FADE IN cria Ciclo de Música Exploratória Portuguesa – circuito de concertos no renovado Castelo de Leiria

Ciclo de Música Exploratória Portuguesa

Escrito por:

A associação FADE IN adiciona ao seu currículo mais um evento de caráter cultural, agendando 10 concertos em Leiria a decorrer na Igreja da Pena, no Anfiteatro do Castelo e na Igreja de São Pedro. O Ciclo de Música Exploratória Portuguesa está integrado na programação do Fadeinfestival que em 2021 celebra a sua 20ª edição

O evento, que conta com o apoio do Município de Leiria, irá conter alguns dos mais singulares e incomuns compositores, autores e manipuladores de som nacionais.

“Estes intérpretes, alguns emergentes, outros, nomes firmados e com projeção internacional, vão trazer ao Ciclo uma vertente atípica de se fazer e sentir música, trilhando caminhos pouco habituais e ensaiando, quase laboratorialmente, novas fórmulas de trabalhar sons e emoções. Da música eletrónica à experimental, do improviso espasmódico ao jazz insurrecto, do ambiental poético ao drone obscuro, do neoclássico rebelde ao contemporâneo desafiante, da música concreta à atonal, há todo um universo fora das zonas de conforto normais que desejamos descobrir, partilhar e vivenciar.”

Programação completa:

29 Maio – 19h00 – Igreja da Pena – CALHAU! – ESGOTADO
12 Junho – 11h30 – Igreja da Pena – VITOR JOAQUIM (na foto)
26 Junho – 19h00 – Igreja da Pena – OSSO EXÓTICO
17 Julho – 19h00 – Igreja de São Pedro – JOANA GUERRA (vídeo abaixo)
31 Julho – 19h00 – Igreja de São Pedro – ENSEMBLE DECADENTE
28 Agosto – 19h00 – Anfiteatro do Castelo – HHY & THE MACUMBAS
11 Setembro – 19h00 – Igreja da Pena – SEI MIGUEL TRIO
25 Setembro – 19h00 – Igreja da Pena – TELECTU
23 Outubro – 19h00 – Igreja da Pena – JOÃO VAIRINHOS
30 Outubro – 19h00 – Igreja da Pena – LÖBO

 

Os locais dos concertos serão em lugares sentados com o devido distanciamento recomendados pela DGS e uso da máscara mantém-se obrigatório.

Os bilhetes para cada um dos concertos custam 5 euros e podem ser adquiridos no site da FADE IN.

 

Foto: Vera Marmelo

O Festival A Porta de 2021 vai ser um convite ao imaginário colectivo


Escrito por:

Em 2021, A Porta volta a abrir-se com um convite à partilha, à reflexão e ao sonho que tem como inspiração um dos lugares mais extraordinários da cidade de Leiria: a Villa Portela.

Lugar omnipresente no imaginário de Leiria, os jardins da Villa Portela e o seu enigmático chalé cor-de-rosa, são também um dos seus espaços mais misteriosos e desconhecidos. Parado no tempo enquanto a cidade se desenvolvia lá fora, este é hoje um enorme coração verde cheio de possibilidades.

Começou na quarta-feira, dia 21 de abril, convidando todos os leirienses a partilharem recordações deste lugar e a imaginar o seu futuro de forma livre e sonhadora através da resposta a duas questões:

1) O que imaginas que já aconteceu nesta casa e neste jardim?
2) O que achas que este espaço poderá ser no futuro?

Durante as próximas semanas, todos são convidados a contribuir através do site festivalaporta.pt ou de uma caixa de sugestões que é uma réplica em miniatura do edifício, que irá circular por escolas, associações, lares, cafés, livrarias e grupos informais, funcionando como repositório de memórias e sonhos de diversas comunidades para um lugar, que se quer um lugar de muitos.

Caixa de sugestões na Livraria Arquivo

Estas memórias e sonhos serão a base para o desenvolvimento de um imaginário colectivo que se traduzirá na construção de um programa que propõe desenvolver instalações, workshops e outras ativações artísticas, transformando a Villa Portela e os seus jardins, num lugar e momento de partilha de ideias e sonhos, numa experiência de reencontro, de cruzamento de gerações, num catalisador de alegria e de educação através da arte e da valorização das narrativas e comunidades de Leiria.

Num reencontro da cidade com a Villa, a edição de 2021 d’A Porta abrirá os portões da Villa Portela, nos fins-de-semana entre 2 e 18 de julho.

Fitness Factory na Marinha Grande muda de nome para LMFitness


Escrito por:

O ginásio que está de portas abertas na Marinha Grande desde 2017 mudou de nome para LMFitness, no entanto a equipa e os serviços essenciais mantêm-se.

LMFitness, localizado no Comercial Lumar, ocupa desde Março o espaço do Fitness Factory Marinha Grande, cujo espaço foi renovado de modo a proporcionar aos sócios um maior conforto durante os seus treinos.

“O ginásio LMFitness pretende ser um espaço de referência na cidade da Marinha Grande, oferecendo uma variada gama de serviços de fitness, desde aulas presenciais e virtuais e acompanhamento e treino individualizado. Aliada a estes serviços foi criada a LMNutrition, que se situa também no Centro Comercial Lumar, que presta serviços de acompanhamento nutricional.”, afirma a marca no comunicado.

Como consequência da pandemia e das restrições a que o sector desportivo foi sujeito, o ginásio permaneceu encerrado até dia 4 de abril. Reabriu a 5 de abril sem aulas de grupo – estando as mesmas autorizadas a partir de 3 de maio – e com a oferta da mensalidade nos meses de abril e maio em novas inscrições.

Em caso de dúvida, pode contactar o ginásio LMFitness através do Website, do Facebook ou do Instagram. Para mais informações contacte o 934 758 495, ou através do email: marketing.lmfitness@gmail.com.

Na “Aldeia Pintada” o mote é homenagear, de forma artística, o património imaterial cultivado pelas suas gentes


Escrito por:

É por entre serras, estradas calcantes e ambientes verdejantes onde se situa a aldeia da Torre da Magueixa, atualmente conhecida apenas como Torre, localizada no Município da Batalha. Recentemente, nasceu nesta localidade um projeto de cariz cultural e social apelidado por Aldeia Pintada, que veio acrescentar ainda mais cor e identidade à aldeia da Torre.

Em paredes estão estampadas memórias de uma vida em forma de dizeres, cânticos e expressões particulares da aldeia da Torre. É nelas que estão gravadas lendas e histórias que passaram de geração em geração. Uma urgência em homenagear o património da Torre deu-se com as novas gentes, que se foram apercebendo da singularidade, essência e riqueza que, na verdade, sempre habitou nesta povoação.

Eva Arrojado, Sandra Pereira, Mariana Menezes, Diogo Monteiro e Filipe Cordeiro dão a cara por esta iniciativa, mas garantem que é de facto um projeto coletivo: “Nós tivemos a ideia mas o objetivo é as pessoas participarem, e se alguém aparecer é sempre bem vindo. E é o que tem acontecido, estamos a fazer qualquer coisa e aparecem pessoas da aldeia, da nossa idade, pessoal conhecido que se vai juntado”, conta-nos Eva.

Foi através de almoços de família e conversas com a velha guarda que as histórias e lendas da Torre sobre criaturas místicas, como bruxas e lobisomens, começaram a suscitar interesse por parte dos mais novos, alimentado a vontade de querer saber sempre mais. Diogo refere que “há histórias e tradições que se calhar até são comuns nas aldeias aqui à volta, mas fomos também percebendo que havia muita coisa mesmo só aqui da Torre.”. A vontade de imortalizar a alma desta aldeia iniciou-se com aquela que foi a primeira intervenção artística deste projeto. Eva assume que inicialmente existiu um receio geral, pois não sabiam como a população local iria reagir, então decidiram fazê-la numa parede exterior da casa de Sandra e Diogo. Neste moral pode ler-se “Fomos à Barrosinha, juntinhos a passear, o tempo arrefeceu, tivemos de voltar”.

Já a segunda intervenção não pôde passar despercebida. Na Estrada da Torre encontra-se um muro branco comprido com referência à cantiga das resineiras: “Elas iam trabalhar e ao final do dia vinham a cantar até chegarem à aldeia, então muitas pessoas ouviam-nas ao longe a cantar e todos diziam “Lá vêm as resineiras”. Ia muita gente às janelas para as ver e era uma festa.”, refere Diogo.  O trecho da cantiga que foi inscrito sobre o muro é, “O lugarinho da torre, tem ladeiras a subir, quem lá vai amar amores, vai ao céu e torna a vir; Eu hei de cercar a Torre, com 30 metros de fita, a porta do meu amor, há-de ser a mais bonita.”

Esta intervenção foi recebida de braços abertos pelos habitantes da Torre, que ajudaram a elaborar todo o mural. “O feedback foi muito positivo porque basicamente toda a gente parou e disse “Muito Bem!” e até nos ofereceram ajuda…”, conta-nos Eva.

Para além destes dois murais, há mais cor espalhada pela aldeia, incluindo na zona da Barrosinha que tem vindo a receber bastantes visitantes devido ao novo baloiço que lá foi construído. Mais para a frente da zona da Serra da Barrosinha encontra-se outro mural, referente à Ilha das Berlengas.

As intervenções artísticas são apenas uma parte daquilo que é a Aldeia Pintada. Tanto a música, como o vídeo e a fotografia formam um todo daquilo que é a pura caracterização da Torre, que é na realidade um arquivo cultural do que foi e continua a ser cultivado neste local. Apesar de estarem disponíveis nas redes sociais, Eva garante, “A nossa ideia nunca foi ser meramente uma coisa de redes sociais ou com o objetivo de criar um grande impacto fora da aldeia, a nossa prioridade sempre foi ver se as pessoas estavam recetivas ao projeto e depois no fim fazer publicações”. No entanto, assumem que colocou a população emigrante mais próxima à aldeia e também trouxe novas pessoas a conhecer a Torre, no decorrer dos últimos meses.

 “A ideia é materializar isto em intervenções na rua e tudo mais, mas uma das coisas que estamos a tentar fazer é sentarmo-nos com as pessoas mais velhas que conhecem as lendas. Temos já algumas entrevistas feitas com pessoas daqui.”, refere Diogo.

Devido à situação atual, explicam que tem sido difícil conversar com os habitantes locais mas as ideias continuam a surgir. Planeiam fazer um mapa, em forma de intervenção, com as criações artísticas espalhadas pela aldeia, onde as pessoas irão conseguir localizar cada mural. Para além do foco principal do momento ser a tradição e costumes, afirmam que no futuro poderão estar abertos a outro tipo de propostas, a acontecer na própria aldeia.

A aldeia da Torre teima em não ficar adormecida numa sociedade que se desgruda cada vez mais das suas raízes. É um exemplo de sentido de comunidade e irmandade ao mais alto nível, que orgulha as gentes da terra.

Sigam Aldeia Pintada no Facebook e Instagram.

 

Fotos: Aldeia Pintada

 

Bailarino leiriense António Casalinho conquista Prix de Lausanne


Escrito por:

Aluno do Conservatório Internacional de Ballet e Dança Annarella Sanchez, em Gândara dos Olivais, Leiria, foi distinguido com dois prémios que lhe foram atribuídos na Competição Internacional Prix de Lausanne, na Suíça.

O jovem de 17 anos ganhou a competição mas, para além disso, foi distinguido com Prémio de Interpretação Contemporânea e recebeu uma bolsa de estudos, onde terá a possibilidade de escolher uma das companhias parceiras do Prix de Lausanne.

António Casalinho foi um dos seis jovens finalistas distinguidos com bolsas pela 49.ª edição daquele certame, à qual concorreram inicialmente 82 candidatos, destes, 78 chegaram à fase competitiva e 20 acederam à final, que decorreu no sábado por vídeo.

A final foi disputada contra outros 19 bailarinos, oriundos de vários países, entre eles, dois também alunos do conservatório Annarella: Francisco Gomes e Giulio Diligente.

Casalinho foi o primeiro português a alcançar o primeiro lugar na competição de Prix de Lausanne, em representação de uma escola portuguesa, nesta que foi a sua 49ª edição. Relembramos que o bailarino tem saído vitorioso em variadas competições ao longo dos anos. Nacionalmente, conquistou o primeiro lugar do programa de talentos, Got Talent, em 2017 e internacionalmente, o concurso mais antigo de ballet do mundo, o Varna International Ballet Competition na Bulgária e o Beijing International Ballet and Choreography Competition, na China.

 

Foto: Prix Lausanne

Ainda sem planos para a passagem de ano? Venha descobrir 10 Airbnb, na zona de Leiria, para desfrutar do seu reveillon


Escrito por:

A TIL elaborou uma lista com várias opções de moradias, apartamentos e quartos, disponíveis no Airbnb, para aqueles que ainda estão a decidir os seus planos de ano novo. Há imensas opções disponíveis por alugar!

Com certeza que o ano de 2020 não se vai desvanecer da nossa memória durante muito tempo, pelo impacto que causou nas nossas vidas e no mundo em geral. Apesar das restrições impostas pelo governo, entre os dias 31 de dezembro e 4 de janeiro, ainda nos é possível desfrutar da passagem de ano numa moradia ou apartamento diferente, com a companhia de amigos ou família.

Leiria

 

No centro da Batalha encontra-se o Mosteiro View, um apartamento indicado para duas pessoas, a um preço de 53 euros por noite. Dispõe de uma cama de casal, kitchenette equipada, casa de banho, zona de estar e mesa de refeições, perfeito para uma noite relaxante e sem preocupações.

 

É em Carvide que se situa esta fantástica moradia, por apenas 70 euros por noite. Se quer ficar no concelho mas pretende evitar o centro de Leiria, então esta sugestão é a indicada. Aloja dois hóspedes, e tem disponível um quarto, uma cozinha, uma casa de banho e ainda uma piscina exterior e um jacuzzi.

Nazaré

 

Com uma localização fantástica, dispondo de uma vista para o mar e para as típicas ruas da Nazaré, a Casinha do Alecrim está disponível a 125 euros por noite. A habitação contém dois quartos, duas casas de banho, uma varanda e cozinha. É um espaço acolhedor e ideal para os amantes de praia.

 

Por 80 euros por noite, pode desfrutar da sua noite de ano novo na Casa da Isabel com a sua cara metade, amigo ou familiar de eleição, isto porque a casa apenas aloja dois hóspedes. A 5 minutos a pé da praia da Nazaré, conta com um quarto, uma cozinha equipada e uma casa de banho. Aproveite o pôr do sol na Nazaré a partir do terraço disponível na moradia.

Marinha Grande

 

A Casinha do Brejo, localizada na Marinha Grande, está disponível para alugar por apenas 72 euros a noite. Esta é uma casa confortável e espaçosa, que dispõe de uma piscina e um espaço exterior muito agradáveis para uma noite inesquecível. São apenas permitidos dois hóspedes.

Caldas da Rainha

 

Sempre imaginou como seria viver num moinho? Então este alojamento é ideal para si! Por apenas 115 euros por noite pode desfrutar de uma estadia completamente mágica em Santa Catarina, uma pequena vila nas Caldas da Rainha. Com 1 cama de casal e 4 camas individuais, o moinho dispõem de uma vista privilegiada para a Serra de Aire e Candeeiros. Construído há mais de 400 anos pelos Monges do Cister de Alcobaça, aloja até 5 hóspedes para um reveillon no meio do campo e da natureza.

 

Se o seu grupo tem até 6 pessoas, este apartamento nas Caldas da Rainha é o espaço a eleger. A 19 Tile Boutique House está situada no coração da cidade e oferece uma decoração única, com cerâmicas produzidas por artistas locais. Por 176 euros por noite, pode usufruir de 3 quartos, televisão, wi-fi e uma casa de banho. A cozinha está localizada no primeiro andar e é partilhada.

Óbidos

 

Se procura uma habitação espaçosa, não coloque a Happy Home de lado! Por 99 euros por noite, com uma vista fabulosa para o Castelo de Óbidos esta casa permite alojar 5 hóspedes e dispõem de 5 camas, cozinha, um enorme jardim e uma casa de banho.

 

Este Airbnb é perfeito para os fãs de música, pela sua decoração e temática envolvente. “Criado para receber pessoas aptas a receber o carinho que é colocado nas peças artesanais e únicas criadas pelos proprietários e desfrutarem de paz e tranquilidade num ambiente sereno”, pode ler-se na descrição da casa. Por 97 euros por noite, tem ao seu dispor 2 quartos e uma casa de banho no centro da aldeia do Vau. Ideal para até 5 pessoas.

Alcobaça 

 

Localizado em Pataias, este apartamento tem capacidade máxima de 5 pessoas, por 132 euros por noite. Dispõe de 2 quartos, ambos com cama de casal, uma casa de banho e um amplo jardim com churrasqueira onde poderá cozinhar os seus pratos para a noite do dia 31. É uma moradia simples, ideal para uma família ou dois casais. Destacamos a sua proximidade com a praia, perfeito para o passeio matinal no primeiro dia do ano.

5 sugestões de presentes (locais) para homem – sem gastar mais de 20€


Escrito por:

Se ainda não tratou de comprar as prendas aos homens da sua família ou grupo de amigos, esta lista é ideal para si. A TIL sugere-lhe várias opções disponíveis no distrito de Leiria.

Pack Special Strong Lager Gift + 2 flutes – Xarlie

 

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Uma publicação partilhada por Xarlie (@cervejaxarlie)

 

A cerveja Special Strong Lager é “Exuberante e Harmoniosa”. De cor dourada e espuma cremosa marfim, é o produto premiado da Cerveja Xarlie. “Ostenta um perfil elegante e um equilíbrio harmonioso, entre as notas de malte, os aromas cítricos e frutos de pomar, provenientes dos nobres lúpulos europeus.”

Num flute, bem fresca, é ideal para acompanhar uma refeição ou simplesmente degustar num final de tarde com amigos.

A compra pode ser feita online (com um desconto atual de 3,01€), ou em loja física.

Preço: 19,99€

+info:  IC2 ­ Lagoa, Lugar de Barracão, Colmeias, 2420-195 Leiria |  244 004 021

Voucher para uma tattoo – Barão V Tattoos

Foto: Facebook Barão V Tattoos

Este estúdio de tatuagens, localizado na Praça Rodrigues Lobo, tem disponível um gift voucher para oferecer, no valor que pretender. O seu foco principal é o estilo de tatuagens tradicional, mas todos os outros estilos são bem-vindos.

Uma ideia original para quem já anseia há muito por uma tatuagem.

+info: Praça Rodrigues Lobo 51 1 B, 2400-271 Leiria |  244 205 155

Visita Guiada aos Pomares da Sidrada

Sidrada dispõe agora de provas de sidras no Oeste

A Sidrada é uma marca localizada no Bombarral que, para além de oferecer toda uma diversidade de opções de sidras, recentemente apostou na prova de sidras e espumantes e uma visita guiada pelos seus pomares de maçã e pêra, de modo a dinamizar e aumentar o turismo na zona Oeste.

As visitas têm uma duração de 1h30 e podem ser marcadas através do site ou dos vouchers Odisseias. É sem dúvida uma prenda perfeita para oferecer à sua cara metade.

Preço: Desde 15€ a 20€

Cartão Oferta – Ponto Negro

 

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Uma publicação partilhada por Ponto Negro Fashion (@pontonegrofashion)

 

Está indeciso ou indecisa entre um polo, uma camisa ou uma carteira? Porque não oferecer um cartão oferta da loja Ponto negro? Basta escolher o valor monetário que pretende colocar no cartão e o presenteado tem a possibilidade de escolher a peça de roupa que mais gostar.

+info: Av. Heróis de Angola 43, 2400-154 Leiria | 244 892 337

Kits para Gin – Infusa

Infusa: a recente loja nas Caldas da Rainha para amantes de tisanas, infusões e gin

Uma boa opção para dar sabor aos seus homemade gins é apostar nos kits de gin produzidos pela Infusa. São vários os sabores disponíveis, como Laranja, Limão, Pau de Canela e Bagas de Zimbro; Manga, Lima e Pimenta Rosa; e ainda duas edições limitadas perfeitas para os meses de inverno: Figo, Limão e Bagas de Zimbro; Morango e Pétalas de Rosa.

Pode adquiri-los online, aqui.

Preço: Desde 1,20€ a 6€

+info: CALDAS EMPREENDE – R. Manuel de Matos e Sousa 76, gabinete 6, 2500-290 Caldas da Rainha | 912282276

 

Foto: DR

Infusa: a recente loja nas Caldas da Rainha para amantes de tisanas, infusões e gin


Escrito por:

Ana Filipa Ferreira, natural de Óbidos e com uma enorme paixão por ervas aromáticas e culinária, criou Infusa, a nova aposta de infusões e condimentos nas Caldas da Rainha.

O gosto por plantas e flores surge desde pequena, consequência do trabalho dos pais na área da floricultura. Com isto, desponta a motivação em estudar Arquitetura Paisagista, “Quando terminei o curso, dediquei-me à manutenção de campos de golfe, onde trabalhei alguns anos e no final já era responsável pela manutenção do Paço do Lumiar, em Lisboa.”, conta-nos. Mais tarde foi projetista de cozinhas no Leroy Merlin de Sintra e em 2018 começou a trabalhar para a sede de um banco. “Ao final de um ano no banco, tomei então a decisão de voltar para Óbidos e lançar o projeto.”.

A vontade de querer criar um projeto próprio levou Ana Filipa a dar aso ao seu negócio, localizado no edifício do Caldas Empreende. As suas plantações estão em Óbidos mas, com a necessidade de legalizar um espaço  para fazer a desidratação e embalamento, o Caldas Empreende foi o espaço exato para iniciar a sua carreira no mundo do empreendedorismo, “Admito que esta ajuda foi essencial para o desenvolvimento do projeto, e a qual muito agradeço”, refere Ana.

Apesar de ser conhecedora do ramo das plantações, Ana refere que este primeiro ano esteve sempre em teste, “principalmente para perceber as quantidades necessárias e como lidar com algumas pragas e doenças.”.

Após vários testes, começaram a surgir as primeiras infusões. “Comecei com as Infusões de Cidreira, Menta, Lúcia-lima e Erva Príncipe (disponíveis em lata a 6,50€ ou em saqueta por 1,90€) e no verão apareceu a Perpétua-roxa (saqueta a 2,90€).”. Depois de iniciadas as misturas com tisanas, sendo esta uma bebida de ervas medicinais, Ana criou tisanas de Menta e Chocolate; Cidreira, Laranja, Canela do Ceilão; Lúcia-lima, Limão e Gengibre (todas a 3,90€). Com o Natal foi lançada a Tisana de Natal (disponível em lata a 8,90€), com folhas de Erva Princípe, de Perpétua-roxa e canela do Ceilão.

Especial Natal: Tisana de Natal e Kit para Vinho Quente

Para além das plantas referidas acima, apostou também nos kits para gin (disponíveis a 1,20€). Estes kits são embalagens unidose com os botânicos e frutas para um copo de gin. Neste momento estão disponíveis 7 sabores, sendo que dois deles, o de Morango e o de Figo, são edições limitadas por serem fruta da época. A preparação para os kits tem a sua essência, “a fruta é fatiada, depois no caso dos citrinos leva um pouco de calda de mel para diminuir a acidez, e vai desidratar cerca de 15-20 horas. No caso do Gin Mi (Laranja brulée, anis e canela) as rodelas de laranja levam açúcar mascavado e vão ao fogo para queimar.”. Como toque final “é só juntar as especiarias em cada embalagem com a fruta, segundo a respetiva receita.”.

Condimentos como Louro, Pimenta Caiena Desidratada, Jindungo, Estragão também estão à venda na Infusa. Os preços variam entre 1,75€ e 2,90€, dependendo se prefere em frasco ou em tubo.

Condimentos: Pimenta Caiena Desidratada e Jindungo

Ana finalizou o projeto no início de Março, “Lembro-me que fui tentar vender sem sucesso nessa semana e o argumento era a pandemia, que as pessoas já não compravam com medo. O que é certo é que na sexta-feira seguinte saia a noticia que íamos todos de quarentena para casa.”. O que fez foi dar um passo atrás, “Dediquei-me à plantação e refiz o design das embalagens com mais calma. Sempre foi o objetivo ter uma loja online, na altura já a tinha e acabei por lançá-la, o que ajudou a gerar as primeiras vendas.”, conta-nos.

Conceber um negócio no meio de uma pandemia pressupõe cautela e ponderação, no entanto, para Ana, ” O plano neste momento passa por continuar a crescer de forma sustentadaOlhar para o mercado e ver quais os produtos que melhor se adequam e, nesse sentido, continuar a fazer algumas criações. Privilegiar algumas efemérides e produtos regionais e homenagear com produtos especiais.”.

Para comprar os seus produtos poderá dirigir-se à loja online em: www.lojainfusa.pt ou ao gabinete do Caldas Empreende, que embora não seja loja física, os produtos estão disponíveis lá e é possível levantar as suas encomendas.

A marca infusa está igualmente disponível noutros mercados, incluindo a Loja das Azeitonas do Oeste, através da ESOESTE, e na mercearia fina Les Frenchies, ambas nas Caldas da Rainha. Em Leiria estão à venda na Lisqueijo. Nos meios online, encontra-se disponível em Tachos e Vinil, Cobalto.box, Olive and Luna Shop e Surprise box.

Com a época natalícia quase à porta, espreite aqui as opções natalícias.

 

Foto:DR

Vá até ao La Vie, nas Caldas da Rainha, para receber um cabaz de natal


Escrito por:

Todos os visitantes do Centro Comercial La Vie, nas Caldas da Rainha, podem ganhar um cabaz de natal por dia no valor de cem euros, ao fazerem as suas compras no hipermercado Auchan.

Aqueles que apresentarem a compra mais alta do dia, efetuada no hipermercado Auchan, ganham um cabaz de natal com produtos alusivos a esta época. Este passatempo dura de 2 a 24 de dezembro. Entre os dias 26 e 30 de dezembro o cabaz será alusivo ao Ano Novo.

Para os mais pequenos, o La Vie desenvolveu a ação “Carta ao Pai Natal”, que consiste no envio de uma carta ao pai natal, em que todas as crianças serão presenteadas e as dez melhores terão uma oferta especial. Estas cartas foram enviadas entre o dia 17 de novembro e 14 de dezembro.

Para mais informações consulte o Facebook La Vie Caldas da Rainha.

Foto: Facebook La Vie Caldas da Rainha

Comer em Casa já anda a circular em Óbidos – venha conhecer esta nova app de entregas ao domicílio


Escrito por:

Novas apps de entregas de comida ao domicílio têm chegado a várias zonas do distrito durante o último ano. Desta vez, a Comer em Casa chegou a Óbidos e já pode realizar os seus pedidos sem sair de casa.

São mais de 20 restaurantes que se aliaram a esta app, não apenas de Óbidos, mas também de outros locais do distrito. Restaurantes como A Tasca Torta, Avocado, A Toca do Coelho, A Cêpa e o Wok One são algumas das opções disponíveis a encomendar.

Para além de refeições, a aplicação tem também disponível a entrega de produtos de conveniência.

Esta app pode ser transferida para o seu telemóvel, no entanto é possível aceder à mesma através do seu portal online.

Comer em Casa está disponível por todo o país e chegou ao distrito de Leiria, com instalações em Caldas da Rainha e São Martinho do Porto.

Foto: Facebook Comer em Casa – Óbidos