As sugestões da TIL para o nome do novo “gato preto da cidade”


Escrito por:

Falámos com os elementos da TIL Magazine para nos sugerirem alguns possíveis nomes para o gato preto. Alguns foram mais argumentativos que outros…

A peça de arte urbana foi recentemente adquirida pela Câmara de Leiria por 12 mil euros. Agora o município lançou o desafio de oferecer um batismo de voo às três sugestões mais originais. Este concurso serve para celebrar o Dia Internacional da Juventude (12 de agosto) e por isso as candidaturas são só válidas aos participantes até aos 29 anos.

GATO PRETO – OLHAR E NÃO VER from Riscas Vadias on Vimeo

Juntamos os nossos colaboradores e deixamos aqui algumas que deixamos para apreciação:

PAIO – Rui de Sousa (Editor, 28 anos)

“A escolha é simples. Além de Paio parecer um nome divertido para dar a um gato, porque nos remete imediatamente para o famoso enchido, serve também de homenagem e uma conotação histórica. Paio Guterres foi um cavaleiro de renome do séc. XI, com defesas emblemáticas contra os mouros, no Castelo de Leiria. Escolhi exatamente esta personagem histórica também pelo nome do Largo Paio Guterres, que a maioria conhece por Largo do Gato Preto – e que é a maior exemplificação desta arte urbana. PAIO ao poder!”

EÇA – Luís Duarte (Editor, 26 anos)

“Este gato é ícone da Cidade Criativa e, como tal, este simbolismo é justificado com o nome de um dos maiores escritores portugueses – Eça de Queiroz – que não só viveu no concelho de Leiria como também administrou o mesmo.”

LUÍS, O GATO DA CIDADE DO LIS – Catarina Ferreira (Gestora de Redes Sociais, 25 anos)

“Sem motivo nenhum aparente, só mesmo porque sim. Ok, rima e também tem um cognome, a lembrar os reis que passaram pelo nosso Castelo.”

BASÍLIO – Teresa Neto (Fotógrafa. 28 anos)

“Para mim ficava Basílio (remete ao livro Primo Basílio – que curiosamente é o nosso crítico gastronómico na TIL). Em homenagem ao Eça de Queiroz, que viveu na casa ao lado do Centro Cívico.”

FRANCO – Pedro Dinis Ferreira (Redator, 26 anos)

“Miguel Franco foi um ator, encenador e dramaturgo leiriense. Neste tempo em que a cultura parece estar meio esquecida é importante lembrar que a cultura forma sociedades e mentalidades.”

GATO PRETO – Filipa Gaspar (Redatora, 20 anos)

“Para mim ficava com o nome de Gato Preto. Porque se por gato preto se conhece, gato preto ficará. Filosófica, não fui?”

CHICO – Rita Silva (Redatora, 21 anos)

“Chico como referência ao Francisco Rodrigues Lobo. E até porque no geral dava um excelente nome para gato!”

 

Foto: Gil Álvaro de Lemos