Não deixe nada ao Acaso e aproveite quase 2 meses de espetáculos em Leiria


A 24ª quarta edição do Festival Acaso arrancou no passado dia 21 de Setembro e perdurará até 2 de Novembro. Assumindo-se com a sua versão mais internacional, isto porque conta com companhias de teatro vindas da Dinamarca, Japão, Brasil, França e Argentina, o evento passará por Leiria, Batalha, Marinha Grande, Pedrógão Grande e, também, pelo distrito de Santarém. 

 

Espetáculos de teatro, de música, de poesia e até exposições, o Acaso proporciona atividades, essencialmente, todos os dias. Destacamos 5 dos vários espetáculos que o festival nos proporciona. 

 

  • Aurora – 28 de Setembro – 21:30 – Teatro Miguel Franco

A organização Marionetas de Mandrágora apresentam-nos Aurora, elemento cuidador de todos os elementos da natureza. A estória centra-se em Aurora, que é obrigada a fugir para outro lugar, mudando o rumo da sua vida, quando a sua floresta é eliminada devido a um enorme incêndio. Inserido no projeto “Gnómon- escolas na biosfera”, foca-se na importância de cuidar da natureza e na sobrevalorização dos aos espaços citadinos. Com a direção artística, dramaturgia e encenação de Clara Ribeiro, todo o projeto foi concebido através de materiais reutilizados. 

Bilhetes: Entre 4 a 6€

 

  • Casal da Treta – 2 e 3 de Outubro – 21:30 – Teatro José Lúcio da Silva

Ana Bola junta-se a José Pedro Gomes para mais uma comédia da Treta.

A igualdade de género é uma treta, mas isso vai mudar! Ou será que não? Se até agora isto era um “clube de cavalheiros” bem-falantes, Casal da Treta marca a estreia de Détinha (Ana Bola), a mítica mulher de Zezé (José Pedro Gomes). Décadas de vida em comum recordadas na medida do possível: os estafermos dos filhos, o bairro onde sempre despejaram o lixo, o casamento que só quem foi lá é que o esqueceu. Do poliamor ao fitness, da “prótese” da próstata ao “forno” uterino, este casal não tem tabus. Mas Zezé e Détinha têm alguns segredos um do outro… Lamentavelmente (ou lamentavelmentemestes, diria Zezé), os portugueses vão ter de os saber. Que treta! (in Força de Produção)

Bilhetes: 12,50€

 

  • “Ebisu-mai” e “Keisei Awa no Naruto: Junrei-uta no Dan” – 9 de Outubro- 21:30 – Teatro Miguel Franco

Diretamente de Tokushima, o espetáculo de marionetas tradicionais japonesas, apresenta em Leiria o 8º episódio de um total de 10 que fazem parte da peça “Keisei Awa No Naruto”. O enredo foca-se particularmente nas dificuldades e guerras em Awa (antigo nome de Tokushima) e no encontro de uma jovem com duas personagens, que na verdade são os seus pais. 

Entrada gratuita. 

 

  • 9 Mulheres – 19 de Outubro – 21:30 – Teatro Miguel Franco

Pelo Teatro Amador de Pombal (TAP) vem a peça 9 Mulheres, que a partir da comédia de Aristófanes,  Lusítana (onde as mulheres se uniram para acabar com a guerra entre Atenas e Esparta, deflagrando uma greve sexual, que resultou em paz entre os povos)  refletem sobre a Voz das Mulheres, vinte e cinco séculos depois. 

Bilhetes: 5€

 

  • Ermelinda do Rio – 26 de Outubro – 21:30 – Teatro Miguel Franco

Noturno para voz e concertina é o subtítulo do testemunho daqueles que perderam grande parte da família na maior catástrofe em Portugal, depois do terramoto de 1755. As cheias do Tejo em 1967 levaram João Monge a escrever o poema narrativo “Ermelinda do Rio”. Este acontecimento foi vivido pela atriz Maria João Luís, que 50 anos depois decidiu agarrar nesta história, que acabou por cair no esquecimento durante um Portugal Salazarista, que não quis que se falasse da sua real dimensão. 

Bilhetes: 7€

 

Texto: Filipa Gaspar 

Fotografia/Vídeo: DR