Os 9 emblemáticos Teatros de Leiria – um distrito com saudades de assistir cultura!

teatros distrito leiria

De obras arquitetónicas realizadas por Korrodi a um teatro centenário, o que não falta é espaços para assistir à arte e cultura nacional e internacional.

A pandemia afastou-nos (presencialmente) dos teatros, mas nunca é tarde para relembrar amuitas salas de espetáculo que contam um pouco da história de um país ou de uma cidade 

Como o distrito de Leiria não é exceção, vamos dar a conhecer alguns desses espaços onde a cultura tem um lugar cativo. Fique a conhecer os 9 teatros presentes no distrito de Leiria:

Cine-Teatro de Alcobaça João D’Oliva Monteiro (Alcobaça) 

Teatro Alcobaça
Foto: Câmara Municipal Alcobaça

Considerado como um dos mais emblemáticos do país, o Cine-Teatro de Alcobaça – João d’Oliva Monteiro, inaugurado a 18 de dezembro de 1944, é uma das construções mais relevantes do arquiteto Ernesto Korrodi. Tem atualmente duas salas: o Grande Auditório, com 311 lugares sentados e uma excelente acústica e o Pequeno Auditório, com 64 lugares sentados.  

Com uma programação eclética, abrange todas as áreas das Artes (música, dança e teatro) dando lugar aos maiores nomes nacionais e internacionais, como também às formações amadoras locais. 

 

Teatro Eduardo Brazão (Bombarral) 

Teatro Bombarral
Foto: UCRBombarral

Gerido pela associação cultural União Cultural e Recreativa do Bombarral, o teatro tem uma programação regular e diversificada, levando a palco todos os tipos de artes realizadas em salas de espetáculos e é solicitado, frequentementepara a gravação de entrevistas, álbuns ou videoclipes 

O edifício, que já sofreu duas grandes intervenções de restauro, tem uma capacidade de 300 lugares, distribuídos pela plateia, frisas, balcão e 2 pisos de camarotes.  

Em fevereiro de 2021, o Teatro Eduardo Brazão comemorou o seu 100º Aniversário. 

 

CCC – Centro Cultural e de Congressos (Caldas da Rainha)

Teatro Caldas da Rainha
Foto: Centro Cultural e Congressos das Caldas da Rainha

Inaugurado a 15 de maio de 2008, de linhas arrojadas e arquitetura vanguardista, o Centro Cultural e Congressos nasce após a demolição de um outro espaço, o Teatro Pinheiro Chagas 

O CCC é um espaço destinado às atividades culturais e à realização de congressos. Conta com um Grande Auditório de 660 lugares, um Pequeno Auditório de 150 lugares, um Café-Concerto para pequenas atuações e uma Sala de Exposições. 

 

Teatro José lúcio da Silva  (Leiria) 

Teatro Leiria
Foto: Teatro José Lucio da Silva

Idealizada por José Lúcio da Silvaa principal sala de espetáculos do concelho de Leiria foi inauguradna noite de 15 de janeiro de 1966 com duas peças de teatro, o ‘Monólogo do Vaqueiro’, de Gil Vicente e ‘Os Velhos’, de D. João da Câmara.  

Ao longo dos anos, esta sala foi sofrendo várias remodelações, tornando-se numa sala de espetáculos imponente com capacidade para 763 lugares. 

 

Teatro Miguel Franco (Leiria)

Teatro Leiria
Foto: CM Leiria

Com nome do ator, encenador e dramaturgo português nascido em Leiria, o Teatro Miguel Franco surgiu em 2003, junto ao Mercado SantAna. Nesta sala, com 210 lugares, realizam-se espetáculos das mais variadas áreas performativas. 

 

Casa da Cultura Teatro Stephens (Marinha Grande) 

Teatro Marinha Grande
Foto: Teatro Stephens

O Teatro Stephens foi construído pelos irmãos Stephens num complexo industrial da Real Fábrica de Vidros da Marinha Grandeem meados de 1770Muitas foram as obras de remodelação ou ampliação do edifício. A última, feita pela autarquia em 2011, deixou a Casa da Cultura com capacidade de 258 lugares sentados e 4 lugares destinados a pessoas com mobilidade condicionadadistribuídos num anfiteatro retangular. No átrio principal é feita a ligação com o Museu do Vidro. 

 

Teatro Chaby Pinheiro (Nazaré) 

Teatro Nazaré
Foto: CM Nazaré

Em 1908, com inspiração no La Scala, em Milão, o arquiteto Ernesto Korrodi projetou o Teatro Chaby Pinheiro. A 5 de Fevereiro de 1926, ano em que as obras foram concluídas, Chaby Pinheiro e a sua Companhia, foram convidados pela Casa da Nazaré para estrearem a sala de espetáculos. Foram representadas duas peças: O Conde Barão e O Leão da Estrela.  

O responsável pelos frescos do teatro e pelas pinturas de um pano de boca, que ainda hoje existem, foi Frederico Ayres. 

 

Teatro-Cine (Pombal)

Teatro Pombal
Foto: Teatro-Cine

Localizado no edifício de uma antiga fábrica de blocos, o Teatro-Cine de Pombal nasceu na primeira metade do século XX. Com uma arquitetura simples e modesta, este teatro foi importante para o património sociocultural de Pombal, marcando uma geração inteira. 

Foi reconstruído pela Câmara Municipal de Pombal e inaugurado a 19 de março de 2002. Dotado de condições técnicas necessárias, é composto por duas salas: a Sala de Espetáculos, com 294 lugares e um Mini Auditório, com 126 lugares. 

 

Cine Teatro de Porto de Mós (Porto de Mós) 

Teatro Porto de Mós
Foto: O Portomosense

20 de outubro de 1993, o Cine Teatro de Porto de Mós é inaugurado. Com uma fachada maioritariamente envidraçada, o edifício tem duas salas: uma com capacidade para 261 pessoas onde, frequentemente, recebem espetáculos, conferências, seminários e sessões de cinema no Município outra reservada a exposições. 

 

Texto: Rui Miguel Marques
Foto: CM Bombarral