Castelo de Leiria em obras até 2021 para requalificação do espaço


Escrito por:

O Castelo de Leiria fechou as portas ao público no passado dia 3 de junho para a realização de obras de requalificação do espaço.

Com o objetivo de estreitar a ligação da comunidade com aquele que é um dos mais emblemáticos monumentos do concelho, estima-se que em cerca de dois anos, a intervenção que totaliza 3,8 milhões de euros, crie acessos mecânicos, cafetaria, anfiteatro e uma cobertura para a Igreja da Pena.

Gonçalo Lopes, vereador da Cultura da Câmara Municipal de Leiria, afirmou em comunicado de imprensa que “o Castelo é uma pérola da estratégia de reabilitação urbana que estamos a fazer em Leiria”. Estão previstas iniciativas como: um programa de visitas guiadas, uma exposição e a possibilidade de efetuar uma visita 3D ao Castelo.

Com este conjunto de obras, a Câmara pretende tornar o castelo “mais acessível e inclusivo”, promovendo, em conjunto, a preservação do ex-libris da cidade e a criação de novas funcionalidades.

Fotografia: DR

Quer do ponto de vista económico como cultural, o Castelo tem um papel fundamental na estratégia de desenvolvimento do concelho. Segundo o responsável pela área da Cultura no Município de Leiria, “o Castelo tem de ser um palco de cultura aberto à população de Leiria e a quem nos vista”. Estão também previstos trabalhos no núcleo amuralhado e na Igreja de S. Pedro (já em curso), prevendo-se que no Verão de 2021 o monumento possa estar de novo aberto.

O Castelo em 2018, atingiu o seu pico de visitantes com 85.671€ entradas. Em 2017 contabilizaram-se 84.694 visitas, o dobro de 2009. Acredita-se que há um enorme potencial e que com as obras de requalificação, passará a ter conduções excecionais para eventos culturais entre outros.

No Núcleo Amuralhado, Castelo e Envolvente – Edifício e Espaço Público a empreitada tem um custo de 1.929.301,65 euros + IVA (prazo de 600 dias), a construção dos acessos mecânicos custará 1.691.999,76 + IVA (prazo de 270 dias) e a intervenção na Igreja de S. Pedro 190.790,54 + IVA euros (270 dias).

No que diz respeito ao núcleo amuralhado, destacam-se as intervenções na Casa do Guarda, terreiro e Celeiros Medievais, acessos curtos e longos e Igreja da Pena, que será coberta de modo a protegê-la dos efeitos das intempéries.

Visitas guiadas às obras – Programa:

Visitas Gratuitas

Sábados: das 10 às 11, nos dias 31 agosto e 26 outubro de 2019 e 25 janeiro, 28 março, 30 maio, 27 julho, 26 setembro e 28 novembro de 2020, de modo a manter o contacto entre o Castelo e a população, mas de forma segura e controlada.

Programa de visitas guiadas à Torre de Menagem, Paços Novos e Exposição “Castelo de Leiria – Construções de um lugar:
Sábados, das 10 às 11 horas, nos dias 27 julho,28 setembro e 30 novembro de 2019, e 29 fevereiro,25 abril, 27 junho, 29 agosto e 31 outubro de 2020.

A partir de julho será possível fazer visitas virtuais em 3D ao Castelo de Leiria, através de vídeos em realidade virtual – “Castelo de Leiria em 360º”, em multiplataformas a partir de qualquer lugar, sendo possível assistir à projeção em ecrã e através de óculos de realidade virtual no museu da imagem em movimento.

Dia 7 outubro de 2019 – Dia dos Castelos, haverá uma oficina pedagógica para público escolar “Jogos antigos” e uma palestra sobre a História do Castelo de Leiria.

No dia 18 abril de 2020 – Dia Internacional dos Monumentos e Sítios – realiza-se uma conferência sobre o Castelo de Leiria.

Está ainda prevista uma exposição fotográfica (jul-set 2020) na Igreja de S. Pedro, com o tema “Castelo de Leiria – passado e futuro”.

Sendo o monumento mais visitado do concelho, o Município está a  desenvolver, em paralelo com a intervenção, um conjunto de estratégias de comunicação, não só para passar a informação sobre o encerramento, mas também para permitir à população o acompanhamento dos trabalhos.

Pode acompanhar as obras de requalificação e restante informação na página do facebook.