Porta aberta para as bandas leirienses


O Festival A Porta, tratando-se de um evento multicultural, irá receber mais de duas dezenas de bandas e artistas musicais, de 16 a 24 de junho.  Como tal, o festival leiriense acolherá várias bandas da cidade, oferecendo-lhes a oportunidade de se apresentarem perante os seus conterrâneos.

A cidade de Leiria tem sido berço de inúmeras bandas, que têm surgido a um ritmo alucinante, e têm encantado quem as ouve e assiste aos seus espetáculos. Les Crazy Coconuts (voltaram ao ativo recentemente), Nice Weather For Ducks, First Breath After Coma, Surma e o mais recente projeto da cidade, KOYAANISQATSI, são apenas alguns dos muitos grupos que têm despontado no panorama nacional. 

Porém,  nem todas as bandas referidas irão apresentar-se no festival, mas First Breath After Coma ,  KOYAANISQATSI, Nice Weather For Ducks, Coringas, 001 e Carollyne Barreira são os nomes garantidos no certame. 

First Breath After Coma dispensam apresentações

Relativamente aos First Breath After Coma pouca coisa ainda há para dizer, sendo uma das bandas coqueluche da cidade. Já com dois discos editados, o último em 2016, o quinteto leiriense tem conquistado uma considerável legião de fãs e, por estes lados, na TIL, já se suspira por mais um disco da banda, que apareceu em 2013 e não tardou em causar impacto. Irão apresentar-se dia 20 de junho, às 21h30, na Villa Portela, e convidam a Escola de Dança Clara Leão, o Quinteto de Sopros e o Coro Juvenil de Alitém para partilharem o palco. O espetáculo é um dos três que não tem entrada gratuita (The Parkinsons e Dead Combo são os restantes), tendo o custo de 10 euros (pode adquirir os ingressos na Alquimia, Praça Caffé ou aqui).

Nice Weather For Ducks, no ativo desde 2012

Outra das bandas leirienses serão os Nice Weather For Ducks, que chegaram em 2012 e com o single “2012”, tendo já lançado dois discos – curiosamente, o último também data de 2016 – e têm ficado no ouvido de quem os ouve com a sua exótica amálgama de ritmos, sons e vozes vibrantes. O concerto tem data marcada para dia 22 de junho, às 22h, no Jardim Luís de Camões.

O Festival A Porta terá quatro jantares temáticos, dia 18 e 19, sempre com uma atuação musical, no final

No entanto, os felizardos que se anteciparam aos restantes interessados em marcar o seu lugar nos Jantares Temáticos (outra das atividades do Festival A Porta), terão a oportunidade de ter como “sobremesa” outros projetos dos elementos da banda, no dia 19 de junho.

No Jantar Mexicano, na Casa da Cristel, que terá início às 20h, Hugo Domingues, baixista dos Nice Weather For Ducks, dará a conhecer o seu projeto paralelo à banda, intitulado 001.

No outro jantar temático, neste caso japonês, do mesmo dia, Luís Jerónimo e Tiago Gomes, guitarrista e baterista da banda, respetivamente, apresentam o seu outro projeto, de seu nome Coringas. O início do jantar está igualmente marcado para as 20h e será na Casa da Rita.

Dia 19 de junho, existirão mais dois  jantares temáticos. No Jantar Francês, na Casa da Filomena, será a vez da cantora-compositora brasileira, a residir em Leiria, Carollyne Barreira dar a conhecer o seu projeto de originais. Churky (recorde aqui a vitória do artista, no EDP Live Bands), músico alcobacense, preenche a Casa do Luís e da Teresa, no Jantar Nepalês. Ambas as atividades têm início às 20h.

O festival irá marcar a estreia dos KOYAANISQATSI, o novíssimo projeto leiriense

Ao segundo dia do evento, dia 17 de junho, por volta das 17h, os já referidos KOYAANISQATSI irão fazer o seu concerto de estreia absoluta em palco.  No Jardim da Vala Real, a banda irá presentear os espetadores com linhas de guitarra que nos transportam para os anos das influências que marcam a banda, muito ao género do pós-rock que a caracteriza. 

Tudo o que foi referido neste artigo são motivos mais do que suficientemente apelativos para que possa ir comprovar por si o ecletismo do festival e, neste caso, das bandas que irão dar música ao evento.