LisQueijo: tábuas para provar, queijos para levar!


Escrito por:
Rui de Sousa
Rui de Sousa
                       

Últimos posts de Rui de Sousa (see all)

Fotografia por:
Karina Milheiro
Karina Milheiro
                       

Últimos posts de Karina Milheiro (see all)

    Há uma nova queijaria na cidade de Leiria para os verdadeiros amantes de queijo. Vaca, cabra, ovelha. De todas as variedades e feitios.

    “Que saudades daquele queijo que comemos nas nossas férias em Inglaterra” ou “o queijo que o teu pai traz todos os anos de França agora é que sabia bem”. Pois bem, se gostou muito de um queijo lá fora e morre de saudades por ele, já não precisa de se meter num avião para voltar a conhecer o sabor do queijo que o deixa de água na boca. Agora, no LisQueijo, em Leiria, há praticamente uma centena de queijos nacionais e internacionais para levar.

    Fred Silva e Dora Pedrosa são os proprietários do novo conceito em Leiria: a venda de queijos. Sem nenhum passado relacionado a este produto (dizem-se apenas grandes apreciadores desta iguaria), o casal começou a aprofundar o seu gosto pelos queijos por terras suiças, onde viveram durante alguns anos. Após os primeiros oito meses, lá começaram a descobrir a panóplia de queijos aromáticos existentes no país.

    “Na Suíça cada pessoa tem uma vaca e quase cada um produz o seu próprio queijo. Cada queijo tem o seu aroma. Em cada aldeia há um queijo diferente”, justificou Dora em conversa com a TIL. O gosto foi-se então aprofundado com visitas a outros países e a ânsia de encontrar outras queijarias internacionais.

    “A grande diferença do nosso queijo é a intensidade, como por exemplo: o São Jorge dos Açores. Na Suíça os queijos têm todos aromas diferentes. O facto de as vacas pastarem ervas diferentes, dá também outro sabor aos queijos”.

    LisQueijo
    Fred e Dora, os donos da LisQueijo

    Aprimorados todos os paladares do queijo, decidiram então abrir a LisQueijo no centro histórico de Leiria, ali numa rua paralela ao Atlas Hostel. Dar mais vida a uma zona que adoramos e abrir um conceito ainda inexistente na cidade são as razões apresentadas pela dupla para a implementação do negócio.

    As variedades do LisQueijo são gigantescas, seja nas extensas opções de queijos, como no tamanho da maioria deles.  Existem queijos portugueses e queijos estrangeiros.

    A ideia é ir variando os tipos, condicionados sempre ao gosto do cliente. Imagine que está doido por um queijo que comeu noutro país. Caso ele não exista na LisQueijo, Fred e Dora vão tentar trazê-lo para o espaço, o mesmo já aconteceu com o famoso Queijo Rabaçal.

    Na LisQueijo não encontra queijos de supermercado. Os únicos queijos aceites são os DOP (Origem Protegida), ou seja, queijos de obra, de qualidade premium e com leite de ovelhas, cabras e vacas desse mesmo local de onde é originário o queijo.

    Entre as largas de dezenas disponíveis, escolher o queijo certo ao seu paladar é o grande desafio. Para facilitar, Fred e Dora costumam fazer algumas questões para filtrar a escolha certa: “Qual o gosto do queijo? Gosta dele mais forte ou mais suave? Ou, prefere queijo de vaca ou de cabra?”.  Por exemplo, uma das sugestões com sabor mais picante está em Portugal, mais concretamente no São Jorge, queijo dos Açores. Se gosta de um travo mais suave, a LisQueijo recomenda o francês Morbier.

    Para aqueles que o tamanho e o formato também importam, os queijos mais famosos da lista são o Tete de Moine (em português Cabeça de Monge) que se trata de um queijo com um aspeto bonito e um aroma super característico. De terras holandesas, também, tem o famoso Gouda – um queijo com textura e sabor únicos (mais caramelizado devido ao seu comum envelhecimento). Há também o Tetilla, um queijo espanhol que tem o formato de uma… mama (é tão procurado que essa zona do queijo já estava um pouco achatada).

    Praticamente todos os queijos são vendidos ao quilo (apenas os mais pequenos são vendidos à unidade) e com um queijo entre as 100 a 150 gramas já consegue matar saudades ou ficar a conhecer, caso se trate de uma novidade. Por estas gramas, o queijo pode ficar dos 1,50 aos 5 euros. “Preços não muito diferentes dos do supermercado”, como nos explicam enaltecendo a qualidade destes disponíveis na LisQueijo.

    Nesta queijaria também pode aproveitar o serviço de tábuas, ou seja, um conceito que envolve os clientes à mesa, com calma e sem pressas. Este serviço tem também uma particularidade muito importante: os queijos escolhidos vão ao encontro do gosto do cliente, ou seja, as pessoas podem escolher os seus 3 tipos de queijo, que juntamente com um copo de vinho, fica por 8€. Também existe as modalidades de duas pessoas por 15€ (4 tipos de queijo e 2 copos de vinho) e de quatro pessoas por 28€ (6 tipos de queijo e 4 copos de vinho). Também é possível escolher uma cerveja artesanal, bebidas completamente credenciadas para acompanhar o petisco. A tábua é servida juntamente com pão, frutos secos e doces de compota.

    Há clientes muito curiosos que perguntam sistematicamente sobre as histórias dos queijos. Alguns Fred e Dora sabem responder, outros não. Mas até na própria decoração do espaço existem livros de queijos para os verdadeiros apreciadores da experiência.

    Para quem gosta do bom cheiro do queijo e ainda mais do paladar, este é o novo paraíso em Leiria.

    Não há bom queijo sem bom vinho. Também funciona assim na LizQueijo

    Horários:

    Terça a quinta 10h30 – 19h30
    Sexta e sábado 11h – 21h30
    Domingo 10h30 – 13h30