Manel Cruz e mais 6 nomes nas primeiras confirmações para o Festival A Porta


Escrito por:

A 5ª edição do Festival A Porta está quase aí e os primeiros nomes já estão confirmados. Outra boa notícia: o Festival ganha novo dia de programação

O músico e autor Manel Cruz, conhecido por ser o vocalista dos Ornatos Violeta , é um dos primeiros sete confirmados para o Festival A Porta, o festival artístico a acontecer em Leiria. Mdou Moctar, The Mauskovic Dance Band, K-X-P, Julinho da Concertina, April Marmara e Ayamonte Cidade Rodrigo são as restantes confirmações.

Já na sua quinta edição, o Festival A Porta divulgou também os dias da programação, de 14 a 23 de junho, ou seja, nove dias (mais um que a edição anterior) que vão fazer da cidade de Leiria um verdadeiro palco de cultura e artes. O festival continuará por diversas zonas da cidade com uma programação focada em concertos, jantares temáticos, uma exposição colectiva chamada “Casa Plástica”, residências artísticas, workshops para crianças e as 1001 Portas (que revelam os espaços e os agentes da cidade).

Quanto às zonas da cidade, A Porta vai estar em lugares de referências tais como o Jardim Luís de Camões, o Parque do Avião, Jardim da Vala Real, Antigo Edifício da EDP, Villa Portela, Teatro José Lúcio da Silva, a Rua Direita, a Fonte Luminosa, a Stereogun bem como em casas privadas, uma igreja e lojas, propondo vários roteiros culturais na cidade e fortalecendo a inclusão de diversas comunidades e experiências.

Quanto aos artistas confirmados, Manel Cruz é aquele que mais se destaca. Um dos nomes maiores da música portuguesa e protagonista de alguns dos mais relevantes projetos musicais, entre eles os Ornatos Violeta, Pluto, SuperNada e, finalmente, a solo com Foge Foge Bandido. Este ano volta com o primeiro CD em nome próprio, sem antes marcar presença no Festival A Porta.

Julinho aposta nos ritmos cabo-verdianos

O Niger e Cabo-Verde também entram em Leiria, pelos nomes de Mdou Moctar e Julinho da Concertina, respetivamente. O primeiro aposta em sonoridades entre electrónica, a takamba e a assouf para cantar sobre o Islão, o amor e a paz. Já Julinho é um artista com mais de 50 anos de carreira, celebrados com várias participações com outros músicos de renome, entre eles Cesária Évora. O artista vem ao Festival A Porta apresentar o seu segundo disco de originais.

Também não faltam convidados europeus. Mauskovic Dance Band é um conjunto holandês de afrobeat dos anos 70, com vertentes disco e psicadelismo exótico mesmo indicados para fazer a festa. Da Finlândia chegam-nos os K-X-P (Timo Kaukolampi e Tomi Leppänen), com música de techno minimal, synths gélidos e atmosferas assombrosas. Todos podem preparar-se para uma sonoridade estrondosa!

Além de Manuel Cruz, mais nomes portugueses chegam ao Festival A Porta: a lisboeta April Marmara (ghost folk) e um novo projeto musical de Leiria, chamado AYAMONTE CIDADE RODRIGO (synth pop).

O Festival A Porta é produzido pelo coletivo Meia Dúzia e Meia de Gatos Pingados, e  vem de um 2018 que acolheu cerca de 12500 visitantes nas suas diversas actividades.  O Festival tem o apoio institucional da Câmara Municipal de Leiria entre outras entidades patrocinadoras. A Porta anunciará mais nomes, artistas e outros detalhes sobre a programação final nos próximos meses.