Um Festival de Cinema ao virar da esquina


Escrito por:
Bruno Carnide
Bruno Carnide
                       

Últimos posts de Bruno Carnide (see all)

Fotografia por:
Teresa Neto
Teresa Neto
                       

Últimos posts de Teresa Neto (see all)

    Decorria o ano de 2010 ou 2011, algures no virar da década, e nascia em mim uma tremenda vontade de criar um Festival de Cinema em Leiria.

    Até à data, iam acontecendo, aqui e ali, alguns eventos do género, mas que, depressa, se esfumaçavam. Talvez por falta de apoios, quem sabe.

    A minha vida continuou, mas a ideia manteve-se na minha cabeça, até que, em 2013, com a força necessária e o apoio único da Cátia Biscaia, nascia a 1.ª edição do Leiria Film Fest! Na altura, uma tarde de curtas-metragens em formato maratona na sala dos pilares do M|i|mo – Museu da Imagem em movimento de Leiria.

    A adesão foi enorme, não conseguimos contabilizar ao certo o número de pessoas que por lá passaram, mas ultrapassou, facilmente, a centena, e superou de longe as nossas expectativas, que apontavam para 20 a 30 pessoas.

    A resposta mais importante estava dada: existia público em Leiria para um Festival de Cinema. Bastava continuar e encontrar os apoios certos.

    Em 2014, sem surpresa, acontece a 2.ª edição, mas no Teatro Miguel Franco, a sala que a partir daqui viria a ser a casa mãe deste festival. Mais de meio milhar de espectadores, num único dia, e uma nova resposta surgia: há mais público do que se esperava e são necessários apoios para dar continuidade a esta sede de cinema.

    Chegamos, então, a 2015, um ano negro. O Festival não se realiza e, da nossa parte, é mesmo comunicado o fim do festival por falta de apoios financeiros. De notar que as duas primeiras edições foram colocadas de pé com zero euros.

    Durante esse ano é notório algum desconforto nosso, do público, e de outras partes interessadas. É nesta altura que surgem os primeiros contactos mais a sérios com a Câmara Municipal de Leiria, de forma a voltar a dar vida ao festival, e começar a apostar forte na Cultura e no Cinema, e a isso devemos um especial agradecimento ao Vereador Gonçalo Lopes.

    Com renovada força e apoios, surge em 2016 a 3.ª edição do dito. Os espectadores sobem para sete centenas, as inscrições ao concurso de curtas-metragens triplicam, e dos 10 países que a duas primeiras edições tinham alcançado, subimos para 60!

    A fórmula estava encontrada, dois dias de curtas no Teatro Miguel Franco pareciam ser o caminho do sucesso para o festival, que se voltou a repetir em 2017, com números bastante semelhantes e cada vez mais convidados.

    Mas já não bastava repetir a fórmula, o Leiria Film Fest tinha de crescer, tinha de se tornar grande, e os apoios tinham de acompanhar esse crescimento.

    Em 2018, o nosso investimento no festival e os apoios duplicam e começam a surgir parcerias de peso, como o Politécnico de Leiria, ou o Cinemax da RTP. Das habituais 400 inscrições a concurso, subimos para 700, e de ainda mais países. A sala do Teatro Miguel Franco torna-se pequena para tanta gente, as sessões ficam lotadas e há pessoas na rua à espera para entrar.

    Em 2019, recebemos quase mil filmes a concurso, conseguimos mais e novas parcerias com a RTP2 e Antena1, e de dois dias de festival passámos para cinco. Estamos presentes em toda a cidade, para que todos saibam que a 6.ª edição do Leiria Film Fest acontece de 20 a 24 de Março no Teatro Miguel Franco, Mimo e Museu de Leiria, com entrada livre.

    O programa completo está aqui www.leiriafilmfest.com. São 5 dias onde se podem ver 55 filmes. Onde espectadores vão rir, chorar, pensar, assustar-se e viver! Viver Cinema! É para isso que cá estamos e que lutamos: para que a magia do Cinema nunca deixe de existir. Venham os Netflixes que vierem!!