Glenn Miller Orchestra e mais para ver e ouvir esta semana!


Escrito por:
Pedro Dinis Ferreira
Pedro Dinis Ferreira
                       

Últimos posts de Pedro Dinis Ferreira (see all)

Esta semana viajamos dos clássicos do jazz à agressividade do heavystoner! Quer mesmo ficar em casa?

 

  • Glenn Miller Orchestra 21h30 – Teatro José Lúcio da Silva // 15 de março

Alton Glenn Miller foi um músico de jazz e bandleader tendo atingido o auge nos anos 30 cuja obra é tão intemporal como reconhecida. A Glenn Miller Orchestra trata de interpretar os temas clássicos do músico como Moonlight Serenade, In The Mood, ou Chattanooga Choo Choo. Dirigida por Ray McVay 20 músicos convidam-no a embarcar nesta viajem ao passado. Os bilhetes variam entre os 25€ e os 32€ e se, gosta de jazz este é mesmo um concerto imperdível.

 

  • Fernando + Stones of Babylon 22h30 – Silos Contentor Criativo // 16 de março

Dia 16 os Silos nas Caldas da Rainha recebem uma noite dedicada inteiramente ao Heavy e Stoner Rock.

O trio Fernando é natural das Caldas, formado em 2016 criou já um culto na zona pelas suas prestações ao vivo, pela atitude e claro, pela sua música. Nelson Rodrigues (voz e guitarra), Pedro Simão (baixo) e Filipe Dinis (bateria) formam a banda de heavy rock das Caldas que já conta com o seu primeiro álbum de longa duração intitulado Fernando

A abrir a noite estarão os Stones of Babylon oriundos de Lisboa e inspirados por bandas como Black Sabbath, Sleep, Om, Dopethrone, Bongzilla e muitas mais. Uma mescla de estilos posta em prática por Nowak (guitarra), Lima (baixo), Branco (bateria) e Medeiros (baixo). Formados em finais de 2017, lançaram em julho de 2018 o seu primeiro EP “In Portuguese We Say Padrada”.

 

  • Glenn Miller Orchestra 21h30 – Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha // 16 de março

Por todos os factos descritos anteriormente, a Glenn Miller Orchestra não podia resumir-se a apenas um concerto no nosso distrito. Desta forma tem presença marcada no Centro Cultural das Caldas para uma segunda dose de bom jazz e outra viajem ao passado. Os bilhetes nesta sala variam entre os 30€ e os 40€ e apresse-se pois eles voam!

 

Foto: DR