Crítica: Deadpool, o super-herói com sete vidas


Escrito por:

Para Deadpool não existe o politicamente correto. E isso faz dele o anti-herói mais fixe de sempre!

 

Ryan Reynolds, o ator de Deadpool, tinha uma missão complicadíssima depois do enorme sucesso que foi o primeiro filme em 2016.

Controverso, cómico, violento eram tudo ingredientes que os fãs do filme esperavam para a sequela de Deadpool. Pois bem, tanto tiveram isso como ainda nos deram uma pitada de emoção (leia-se o estado emocional da coisa). Sim, aquele mesmo Deadpool sem escrúpulos também consegue dar uma boa aula de humildade e carência (ao seu nível, claro!).

Enquanto o primeiro filme foi realizado por Tim Miller, este segundo foi dirigido por David Leitch (que o ano passado também realizou Atomic Blonde – Agente Especial). Os mais medrosos poderiam ter a sensação que o filme ia piorar, mas isso não se verificou. Tudo continuou igual à forma desproporcional que Deadpool chegou ao grande ecrã em 2016.

Ryan Reynolds continua excelente, exatamente com os mesmos timings de piadas. Se a sua vida está a correr mal, aconselho já uma ida ao cinema. Este Deadpool não tem medo de usar as referências menos apropriadas para definir as suas ações. Gozar com as personagens dos comics da Marvel e DC entram nos planos, tal como  algumas “bojardas” em cenas de filmes épicas (vem logo à retina uma cena à Sharon Stone em Instinto Fatal). Mas claro, sempre à sua maneira: hilariante.

Em relação a outros atores, sou obrigado a destacar a atriz Zazie Beetz, a Domino em Deadpool 2. A atriz de origem germânica, também conhecida atualmente pelo papel na série televisiva Atlanta,  tem o super poder da “sorte” e joga sempre bem com isso ao longo do filme, com momentos também muito cómicos.

Quanto à caracterização das personagens, tudo está dentro do que se esperava. As cenas de ação também estão bem desenvolvidas,  o que conjuga bem todo o entretenimento da película. Neste aspeto talvez até ganhe ao primeiro filme: lembro-lhe que o realizador Leitch, foi também co-realizador do primeiro John Wick e por isso sabe bem manejar e tirar proveito de cada cena de ação.

 

Cotação para o TIL:   7,5 (0 a 10)

Cinemas onde pode ver Deadpool 2:
– Cinema City Leiria
– Cineplace Leiria
– Cineplace Caldas da Rainha

Praia das Rocas abre a 1 de junho


Escrito por:

De 1 de junho a 9 de setembro, a Praia das Rocas está oficialmente aberta

Pode começar a preparar os seus planos para o verão. Se não quer ir para fora do país, se o Algarve é sempre mais do mesmo, saiba que na região centro tem uma diversidade de opções balneares para se acomodar.

A Praia das Rocas, situada em Castanheira de Pêra, é um desses exemplos. A piscina com ondas mais famosa do país está aberta a partir de sexta-feira, dia 1 de junho, para todos.  A época balnear deste espaço prolonga-se até ao próximo mês de setembro, mais concretamente no dia 9 desse mesmo mês.

A Praia das Rocas está aberta todos os dias, das 10h às 19h (em junho e setembro) e das 9h30 às 19h30 em julho e agosto.
Os preços variam entre os 3€ e os 8,50€. Caso tenha uma família numerosa, deve consultar o preçário para conseguir um melhor preço por pessoa.

Rodrigo Guedes de Carvalho vem a Leiria apresentar o seu novo livro


Escrito por:

O jornalista (e também escritor) vai estar dia 7 de junho na Livraria Arquivo para apresentar o seu último romance

 

Todos conhecem Rodrigo Guedes de Carvalho da televisão. O que muitos poderão não saber é que o pivot do telejornal da SIC, com mais de 30 anos de carreira, é também escritor nas horas vagas.

Pois bem, Rodrigo Guedes de Carvalho estará na próxima quinta-feira, 7 de junho às 19 horas na Livraria Arquivo e Bens Culturais para falar e promover o seu mais recente romance, intitulado “Jogos de Raiva”. Aproveite, pois a entrada é livre.

Sobre o livro,  a sinopse fala-nos de “Um homem levanta a voz acima da algazarra de conversas. E pede que ponham mais alto o som do televisor do restaurante. É então que todos reparam no que ele vê. Não percebem ou não acreditam. E na rua, no bairro, na cidade, no país, homens, mulheres e crianças vão-se calando. Está por todo o lado, a imagem horrível e hipnotizante. O homem que pediu silêncio leva as mãos à cara e pensa: como chegámos aqui?
A era da comunicação global trouxe inimagináveis maravilhas. Partilhas imediatas de ensinamentos, denúncias e solidariedades. Mas permitiu também que saísse das cavernas uma realidade abjecta. Insultos, ameaças, ironias maldosas. Nunca, como hoje, a semente do ódio foi tão espalhada.
É sobre este pano de fundo que se conta a história de uma família. Três gerações a olhar para um futuro embriagado num estado de guerra. Uma família que esconde, enquanto puder, um segredo.
Jogos de Raiva traça duros retratos sem filtro sobre medos e remorsos, sobre o racismo, a depressão, a sexualidade, o jornalismo, a adopção, a arte e a amizade. E o poder das histórias.
É sobre a urgência da confiança, da identidade e do amor.
É um livro sobre todos nós, à deriva num novo mundo.”

Aproveite um livro autografado do pivot da SIC

Este é o sexto livro de Rodrigo Guedes de Carvalho. Estreou-se na ficção com o romance Daqui a nada (1992) vencedor do Prémio Jovens Talentos da ONU. Seguiram-se-lhe A Casa Quieta (2005), Mulher em Branco (2006) e Canário (2007). Dez anos depois lançou O Pianista de Hotel (2017).

 

 

 

Surma é destaque no maior site cultural da Islândia

Surma_til Magazine

Escrito por:

A artista de Leiria vai atuar no Iceland Airwaves Music Festival em Novembro

Surma, também conhecida por Débora Umbelino, é tema de relevância no The Reykjavíc Grapevine, o maior webiste de música da Islândia.

E qual o motivo? A artista oriunda de Leiria é uma das mais recentes confirmações do festival de música Iceland Airwaves Music Festival. Juntamente com quase duas dezenas de nomes confirmados, Surma conteve neste artigo foto de destaque mas também um videoclip exemplificativo do que é o seu estilo musical que tal como o The Reykjavíc Grapevine diz: “intriguing Portuguese dream-pop and electronica”  (a portuguesa com um dream-pop e eletrónica intrigante).

Esta não é de todo uma estreia em palcos estrangeiros. Surma tem apresentado o seu mais recente álbum “Antwerpen” tanto por Portugal, como também por vários países da europa e também dos próprios Estados Unidos da América.

O festival Iceland Airwaves Music Festival acontece na capital, Reykjavíc, dos dias 7 a 10 de novembro. Além de Surma, mais de 50 artistas nacionais e internacionais também fazem parte do cartaz, entre eles Fever Ray, Blood Orange, Cashmere Cat e Tommy Ca$h.

Caso queira ver Surma em grandes palcos e não possa ir à Islândia, recomendamos uma ida ao Festival Paredes de Coura, onde já foi confirmado o nome da artista.

Pedro Teixeira da Mota tem “Impasse” marcado em Leiria


Escrito por:

O jovem comediante atua pela primeira vez a solo em Leiria, no próximo dia 8 de junho.

Óptimas notícias para os fãs de comédia e mais propriamente de stand up comedy. Pedro Teixeira da Mota, um dos grandes comediantes da nova geração, atua pela primeira vez em Leiria no próximo dia 8 de junho, sexta-feira, no Teatro Miguel Franco.

O jovem comediante de Lisboa, traz pela primeira vez ao distrito de Leiria um espectáculo a solo (“Impasse”) , depois de já ter atuado juntamente com Luís Franco-Bastos, ao fazer as opening-acts da tour “Voz da Razão”.

Para além de encher teatros com o seu perspicaz stand up comedy, Pedro Teixeira da Mota é também um dos comediantes com maior audiência em podcasts, com o seu ask.tm, sempre nos tops deste género .

Os bilhetes estão a ser vendidos no próprio Teatro Miguel Franco ou online através da ticketline.

 

Bold tem até sexta-feira a semana das francesinhas


Escrito por:

Por apenas 11€ pode escolher entre a francesinha tradicional e uma especial de camarão

Dizem que para comer uma boa francesinha basta ir ao norte, mais concretamente à cidade do Porto. Desengane-se porque em Leiria há cada vez maior qualidade na confeção desta iguaria.

É isso também que o restaurante Bold pretende mostrar aos seus clientes, ao criar desde a passada segunda-feira, 21 de maio, até à próxima sexta 25, a “semana das francesinhas”.

O conceito é bastante simples: por 11€ pode comer uma das duas francesinhas da carta: Francesinha Tradicional ou a especial Francesinha de Camarão. Carne ou peixe, basta escolher a sua vontade naquele momento. Apenas o prato está incluído no valor.

O restaurante está sediado na Avenida Combatentes Grande Guerra (praticamente em frente ao Centro Comercial D. Dinis). Com a provável grande procura, o Bold sugere que reserve mesa através do número de telefone ou por mensagem privada, na página de facebook.