Novo restaurante Leiria Shopping


Escrito por:

António Casalinho conquista o mais antigo e prestigiado concurso de dança clássica do mundo!


Escrito por:

Leiriense, António Casalinho que há pouco tempo tinha mostrado todo o seu talento ao país, no programa Got Talent, agora venceu o “Varna International Ballet Competition 2018′, na Bulgária.

Tem 15 anos, é leiriense e dono de um talento único. António Casalinho venceu  no passado domingo as ‘Olimpíadas da dança’, o mais antigo concurso mundial de ballet, o “Varna International Ballet Competition 2018”, na Bulgária.

Foi a concurso com dezenas de outros dançarinos mas levou  a melhor e conseguiu o primeiro lugar na categoria de ‘Júnior’ (ele que curiosamente era o dançarino mais novo em prova). Além desse título, também venceu o prémio de bailarino mais promissor, do mais jovem e o “grand prix”.

O único português em prova já dá cartas a nível internacional há algum tempo e é a prova viva que afinal, em Portugal, podem-se formar bailarinos de qualidade mundial. Pelo nosso país, ficou conhecido pela sua participação no programa de TV, Got Talent Portugal, onde participou em 2017. Nessa competição também garantiu o primeiro lugar do concurso!

O leiriense Casalinho nasceu para vencer.

Vai haver um jantar vínico com vista para a Praia das Paredes


Escrito por:

O restaurante Magna Carta, situado nas Paredes da Vitória, vai ter um jantar inspirado nos vinhos da Quinta da Lapa. E até um enólogo estará presente.

 

Gosta de comer bem e acompanhar a refeição com um vinho de qualidade? Então este jantar especial na Magna Carta é a escolha certa para um serão à medida. Este restaurante da Praia das Paredes, em Pataias, vai ter na próxima quinta-feira, dia 2 de agosto, um jantar dedicado ao vinho.

A Quinta da Lapa é a marca de vinhos que estará presente neste jantar vínico. Ao todo poderão ser provados sete tipos diferentes de vinhos, divididos entre o tinto, o branco, o rosé e até um espumante na hora da sobremesa. As castas variam entre os anos de 2014 e 2017.

Quanto à comida propriamente dita, os chefs do Magna Carta irão preparar tapas de enchidos, presuntos, queijos e tortilla na recepção na esplanada. Para entrada será servido atum braseado, enquanto nos pratos principais estará na mesa filete de robalo com puré de beterraba e legumes baby nos peixes e no prato de carne, lombo de porco recheado com ameixa, batatinha assada e couve salteada. A sobremesa tem uma surpresa regional: bolo de pêra rocha do oeste.

Neste jantar também estará presente um dos enólogos portugueses de maior sucesso: Jorge Ventura.

O valor deste menu, com tudo incluído, é de 35 euros por pessoa. Caso esteja interessado saiba que os lugares estão a desaparecer mas ainda pode reservar mesa, contactando o e-mail geral@magna.carta.pt ou o número fixo 244 599 114.

Jantar vínico

Surma fez a sua versão de “A Minha Casinha” – e está incrível!


Escrito por:

A artista leiriense deu show na nova publicidade da NOS

“De Leiria para milhões de portugueses de uma ponta à outra do país”. É assim que a empresa NOS descreve inicialmente a  versão de Surma na música tão bem conhecida dos Xutos & Pontapés, “A Minha Casinha” encomendada para a nova publicidade da marca, que dá pelo nome de “A Minha Casinha é GIGA”.

Uma novidade. Não no que toca ao género musical, porque aí Surma fez questão de dar o seu próprio cunho e musicalidade a um tema habitualmente mais ‘rockeiro’, mas sim pela língua. É a primeira vez que o grande público vê Débora Umbelino a cantar em português. E que bem se saiu!

Esta publicidade da NOS está centrada em grandes músicos e cantores portugueses, divididos entre os mais aclamados (como o caso de Ana Moura ou The Legendary Tigerman) e também dos nomes da nova geração (Conan Osiris ou os Capitão Fausto, por exemplo), onde também se engloba Surma.

Se ainda não teve oportunidade de ouvir esta versão de Surma, pode fazê-lo ao carregar no play do vídeo abaixo:

 

First Breath After Coma lançam novo álbum “NU” início do próximo ano


Escrito por:

A banda vai assim lançar o terceiro álbum de originais e já tem marcado uma tour internacional com mais de vinte datas. E tudo vai acabar em Leiria, claro está.

Lançado em 2016, “Drifter” foi o disco de confirmação dos First Breath After Coma. Dois anos depois a banda leiriense apresenta à multidão “NU”, o terceiro álbum de originais.

Sabe-se portanto que o álbum será editado em março do próximo ano e, consequentemente apresentado, nas lojas físicas e nas diversas plataformas de música online.  A partir desta data, os First Breath After Coma também vão iniciar uma digressão europeia, que vai envolver mais de vinte concertos em sete países.

Por questões médicas de um dos membros da banda, os prazos de lançamento do albúm e de alguns concertos teve de ser adiado para 2019. Assim, os concertos marcados em Lisboa, Porto e Leiria serão remarcados para datas seguintes ao lançamento de “NU”.

Apesar do novo álbum estar apenas disponível no início de novembro, os First Breath After Coma, juntamente com a Casota Collective, vão apresentar o primeiro single  em novembro.

Deste novo álbum, podemos esperar uma nova transformação da banda que tem até experimentado outros complementos como o gospel ou os sopros, como aconteceu no concerto na Villa Portela, inserido no Festival A Porta. Por outro lado, “NU”, tal como o nome indica, pode trazer um som mais visceral e despido de preconceitos. Mas uma coisa é certa: os cinco músicos de Leiria vão, mais uma vez, surpreender-nos!

Que este novo “NU” tenha sonoridades tão boas como “Salty Eyes” ou “Umbrae (ft Noiserv), é só o que pedimos.

Adega das Francesinhas: são tão especiais que há clientes a comê-las seis vezes numa semana


Escrito por:

Ele é francesinha típica, ele é francesinha de bacalhau, ele é francesinha vegetariana e até é francesinha com morcela de arroz, não estivéssemos em Leiria. E a mãe do proprietário também ajuda na cozinha quando há casa cheia

 

“Reza a lenda que uma bela moça parisiense após rumar ao norte de Portugal decidiu mudar-se para Leiria, para mudar a vida dos seus habitantes”. É assim que está contada, na ementa, a história da Adega das Francesinhas, o novo restaurante “in” de Leiria.

Abriu há pouco mais de dois meses, na Rua Gago Coutinho, logo ali numa das ruas mais movimentadas entre a Praça Rodrigues Lobo e a Rua Direita.

O prato especial da casa não é difícil adivinhar: francesinha, claro está. Existem sete francesinhas, umas mais extravagantes que outras: a Francesinha de Bacalhau (12,50€) é um dos pratos mais atípicos. É composta por bacalhau, berbigão, camarão e lulas. A outra mais incomum é a Francesinha da Casa (11,50€), com ingredientes de pluma de porco preto, cebola roxa caramelizada, chouriço e a tão famosa morcela de arroz leiriense.
A Francesinha Vegetariana (9,50€) e a Francesinha Tradicional (9,50€) são duas escolhas mais conservadoras mas não menos saborosas.

Dá para resistir?

Filipe Sousa, proprietário da Adega das Francesinhas, falou à TIL e explicou que escolheu diferentes sabores das francesinhas para “apostar na diferenciação”, o que “obrigou a uma escolha personalizada de cada um dos molhos”. A cerveja artesanal utilizada para acompanhar é a Xarlie, que também é usada como ingrediente no próprio molho da francesinha.

Para os menos apreciadores de francesinhas, a Adega também tem na sua carta hambúrgueres e risottos.

Quanto às entradas podemos recomendar o famosos Ferrero de Alheira (5,50€), uma espécie de Ferrero Rocher que é revestido da mesma forma, mas por dentro tem um saboroso creme de alheira. Nas sobremesas tem disponível uma Francesinha de Chocolate (4,50€) mas isto não é o que está a pensar! Apenas o formato é o mesmo.

Ferrero Rocher versão Alheira. E é tão bom quanto parece!

O espaço não é enorme mas é muito bem aproveitado no seu todo, onde nunca vai sentir-se apertado. Tem 20 lugares sentados, por isso se quiser fazer um jantar em grupo, o melhor mesmo é reservar mesas o quanto antes.
Caso decida aparecer à noite (coisa que recomendamos vivamente) a sua experiência gastronómica será acompanhada pelas 27 pipas de vinho coladas no tecto  (em homenagem à zona do Porto, onde iniciou esta aventura) a luzir com leds, e a alterarem as suas cores de poucos em poucos segundos. Isto num ambiente descontraído, com música jazzy a acompanhar.

Filipe Sousa abriu um restaurante de francesinhas porque sentiu essencialmente que este era um conceito que faltava à cidade de Leiria. Também, a sua experiência na arte da confeção desta iguaria nos muitos anos a trabalhar em restaurantes do Porto fez ganha-lo motivação para abrir um espaço só seu e com as suas ideias de cozinha.

Viajou para o Porto há dois anos e começou a trabalhar num restaurante que, por coincidência, não servia francesinhas. Ficou intrigado com este assunto e procurou saber mais sobre a confeção da mesma. Esteve em vários restaurantes a experimentar e a procurar a melhor conjugação de sabores.
No meio deste processo, ainda teve tempo para pesquisar sobre o fundador das francesinhas, que na altura pegou no croque monsieur (uma espécie de tosta mista francesa com molho de bebidas alcoólicas).

No fim desta aventura e de executar diversas francesinhas, descobriu então o principal segredo: a junção de tudo. “Além do bom molho que se costuma falar, também é necessário bons ingredientes (frescos) e a dose certa de tudo”, elucida Filipe Sousa à TIL. “O molho da francesinha não é muito picante exatamente para que se sintam todos os sabores dos ingredientes”, finaliza.

Aberto há apenas dois meses, o balanço é muito positivo: “As pessoas têm aderido bastante a este conceito e gostam muito da qualidade dos ingredientes. Até já tive um cliente a vir à Adega seis vezes numa única semana. É incrível!”.

Fun fact: Os pais moram no prédio em frente ao restaurante. E a sua mãe Maria muitas vezes vai ajudar o filho a confeccionar as francesinhas, quando há casa cheia.

 

– Horários:

  • Aberto todos os dias das 12h – 15h e das 19h – 23h
  • Domingo das 19h – 22h

 

Já há data para a reabertura do Mina Club


Escrito por:

A discoteca da Praia das Paredes abre ao público a 30 de junho

 

O verão chegou. Com ele começam os primeiros (e verdadeiros) raios de sol e o consequente, calor. As praias do distrito de Leiria começam a ficar lotadas durante o dia e muitos procuram também diversão â noite.

Na Praia das Paredes, junto ao Parque de Campismo, o Mina Club é uma das discotecas mais requisitadas para as pessoas que moram nas cidades grandes mais próximas. Pois bem, a reabertura do espaço para o verão 2018 é oficial: as festas começam a 30 de junho, sábado.

Para dar música, vai estar na cabine DJ Ariep & Friends e a casa avisa que oferecerá brindes durante a noite.

Apesar de não existir nenhuma declaração ofical, este verão deve continuar com as festas temáticas de sábado e as famosas “ladies night” de terça e “bar aberto” às quintas.

Think Conference traz consigo os melhores do marketing digital – e os bilhetes estão a esgotar!


Escrito por:

Dias 29 e 30 de junho, Leiria recebe a segunda edição da Think Conference, com palestras dos maiores nomes nacionais do mercado digital. E a TIL é uma das media partners!

 

Em 2016 a primeira Think Conference foi um sucesso. Agora em 2018, a segunda edição, está quase a chegar. Pode já adicionar à sua agenda que nos dias 29 e 30 de Junho de 2018 todos os caminhos vão dar a Leiria.

A Think Conference é considerada pelos grandes experts da cena digital como  uma das maiores e melhores conferências de Marketing Digital e Empreendedorismo em Portugal. Aqui pretende-se reunir os melhores profissionais e especialistas das áreas do marketing digital e empreendorismo. Ou seja, nesta conferência não vão faltar CEO’s de start ups, marketeers das marcas mais conceituadas do país, influencers e profissionais de renome que durante os últimos anos têm feito um trabalho notável no mercado digital.

Nesta conferência de dois dias, estarão presentes mais de 700 participantes que anseiam por aprender mais com os mestres do digital. Ali, os oradores irão partilhar a sua visão, experiências e conhecimento para uma plateia que pretende compreender melhor este mundo e vingar neste tão competitivo mercado digital.

Apesar de dois dias, o evento terá início na quinta-feira, dia 28 de junho, com um Welcome Drink e um pré-credenciamento no rooftop do Hotel Eurosol Residence, em Leiria.

As palestras decorrerão nos dois dias seguintes, 29 e 30 de Junho, noTeatro José Lúcio da Silva e a After-Party do evento será dia 29 de Junho no Mercado Sant’Ana, logo após a conclusão da última palestra do primeiro dia do evento.

Esta After-Party tem como principal objetivo prolongar o evento, permitindo que todos os participantes possam jantar e desfrutar de um convívio e
networking únicos nesta área com os colegas que também participaram no evento como dos próprios nomes de referência que estiveram no Teatro. O som vai estar a cargo dos renomados DJ David Moet e DJ Bruno Weda.

A conferência contará com a presença de mais de 30 oradores, entre eles:

● Miguel Pina Martins (Science4you);
● Pedro Arnaut (Sport Lisboa e Benfica);
● André Jordão (Barkyn);
● Paula Alves (Fnac);
● Alcino Lavrador (Altice Labs);
● João Moura (PSP);
● José Maria Rego (RAIZE);
● Marco Galinha (Grupo Bel);
● Guilherme Duarte (Por Falar Noutra Coisa);
● Miguel Fontes (Startup Lisboa);
● Judit Takács (El Corte Inglés);
● Miguel Ribeiro Ferreira (Swonkie);
● Tiago Nogueira (Grupo Salvador Caetano);
● Marco Gouveia (Pestana Hotel Group);
● Maia Pedro (Taxify);
● Pedro Lourenço (Portal da Queixa);
● Susana Coerver (Parfois);
● Rafic Daud (Undandy);
● Rui Francisco (Pepsico);
● Sebastião Lancastre (Easypay);
● Mónica Serrano (L’Óreal Portugal);
● Teresa Siopa (ActivoBank);
● Paulo Gaspar (Grupo Lusiaves);
● João Ricardo Silva (TalentSeed);
● Rui Franco (Talent Seed);
● Miguel Monteiro (Talentseed);
● Mariana Barbosa (Jornal ECO);
● Dr. Raul Castro (Presidente da Câmara Municipal de Leiria);
● Dr. Gonçalo Lopes – (Vereador da Cultura da Câmara Municipal de Leiria);
● Dra. Ana Lehmann (Secretária de Estado da Indústria).

A organização, encabeçada por Paulo Faustino e Regina Santana, avisa que os bilhetes já estão praticamente todos vendidos. Se quer agarrar os últimos, estes estão à venda no site. Avisamos que se ainda é estudante, tem direito a um desconto significativo.

A Think Conference 2018 irá contar com a presença da TIL, que será um dos media partners deste evento tão importante à escala nacional!

First Breath After Coma encantaram em cenário mágico – assim foi o 5º dia do Festival A Porta


Escrito por:

Dentro da Villa Portela, os músicos leirienses tiveram sempre o público do lado deles… e com grandes surpresas durante o concerto

 

Os First Breath After Coma foram a primeira banda de Leiria a jogar em casa neste Festival A Porta. O concerto agendado para quarta-feira, dia 20 de junho, já estava esgotado há alguns dias e por isso, todos esperavam um espetáculo em grande.

A banda de leiria levava consigo três convidados artísticos, de modo a produzirem um espetáculo único: o Quinteto de Sopros, o Coro Juvenil de Alitém e a Escola Superior de Dança Clara Leão.

Quando a TIL chegou à icónica Villa Portela, estavam a acontecer as 21h30, e a fila para entrar já se prosseguia a largos metros. Passado uns minutos lá conseguimos entrar mas ali, perto do palco, percebia-se a quantidade de fãs que estavam à procura do melhor lugar para ter a melhor visão do concerto. Cerca de 20 minutos depois da hora marcada, os cinco membros dos First Breath After Coma apareceram em frente ao mítico edifício da Villa Portela (bem iluminado!) e também eles começaram a iluminar a noite com a sua sonoridade pós-rock tão específica e que já os fez dar a volta à Europa mas também nos grandes festivais nacionais.

Os primeiros a subir ao palco com a banda leiriense foi o Coro Juvenil de Alitém. Em três músicas, o coro entoou a segunda voz de temas conhecidos da banda, destacando-se a “Umbrae”, que no álbum “Drifter” é acompanhada pelo compatriota Noiserv.

Depois seguiu-se o Quinteto de Sopros, onde se destacou a polivalência da já boa sonoridade da banda. Ali, músicas como “7 Seas” ganharam uma dimensão ainda maior!

Por fim, foram os elementos da Escola Superior de Dança Clara Leão, juntando-se ao grupo de sopros, a dar movimento à musicalidade dos First Breath. Momentos de pura arte aqueles vividos na Villa Portela.

Findada a atuação da banda leiriense, com um fortíssimo aplauso do público presente, também fez questão de voltar a palco juntamente com todos aqueles convidados. Dali seguiu-se um momento único com os meninos do Coro a entoar o hit “Salty Eyes”, com um background da dança e sopros, e assim fechar uma noite mágica e para todos os espetadores. Os aplausos foram, claro está, prolongados!

No fim do concerto, a banda fez um post nas redes sociais a agradecer aos “mais de 500 corações quentes que fizeram esta noite tão bonita”.

Caso para dizer que foi aberta mais uma Porta ao que é bom e é nosso!

 

Depoimentos:

  • Luís Gândara (27 anos)

“O fim de semana no jardim da vala real foi muito bom, aquele ambiente de PicNic de pé na relva é um clássico d’A Porta. Com direito a um concertão de Koyaanisqatsi! Os First Breath After Coma superaram todas as expectativas com aquela presença em palco com que já nos habituaram e com a adição das vozes do coro e o som cheio dos sopros, foi bom ver um concerto que conhecia ser tão diferente e com novas camadas, sem esquecer a magia da Villa Portela! Agora só falta ver o Bonga e rever os Nice weather for ducks!!”

 

Caco, O Original oferece bolo do caco se Portugal vencer os seus jogos


Escrito por:

Esta promoção da famosa casa de bolo do caco é válida no dia seguinte aos jogos de Portugal (em caso de vitória) 

Fã de bolo do caco? Fã da seleção? Então o melhor é juntar os dois em um. Se está com a sensação que Cristiano Ronaldo vai resolver o jogo ou que mesmo não resolvendo, Portugal vence, então saiba que no dia seguinte o restaurante Caco, O Original vai oferecer-lhe o seu famoso bolo do caco ou um bolo lêvedo.

Esta promoção está a decorrer durante o Mundial 2018 e o seu conceito é muito simples: se Portugal vencer, no dia após a vitória, o Caco oferece-lhe uma das duas iguarias disponíveis inteiramente grátis, na compra de uma bebida.

Nunca um lanche vai ficar tão em conta como neste Mundial. Agora só tem de pedir ajuda aos Deuses e… a Ronaldo.

O Caco, O Original está presente em dois espaços na cidade de Leiria: no Mercado Santana e no primeiro piso do Centro Comercial Maringá.