Alcobaça vai receber a primeira Conferência TEDx, organizada por jovens da cidade

tedx-alcobaça-til-magazine-your-move

A primeira conferência TEDx em Alcobaça realiza-se no dia 6 de Julho, no Cine-Teatro de Alcobaça, sob o tema geral “YOUR Move”.

Maria Rosa, Helena Barbosa e Eva Fernandes, alunas da ESDICA, Francisco Serralheiro, Catarina Francisco e André Querido, antigos alunos da ESDICA e membros da A4, são estes os nomes dos organizadores da primeira conferência TEDx em Alcobaça.

A ideia surgiu em contexto escolar, por desafio de Nuno Duarte (docente da disciplina de Aplicações Informáticas), que incentivou Maria, Helena e Eva, a transformarem aquilo que seriam inicialmente as Jornadas da Educação, na primeira edição em Alcobaça das conferências mais famosas da Internet.

Abraçando o desafio e procurando trazer um bem maior à cidade de Alcobaça. as três alunas acabaram por se juntar a Francisco, Catarina e André, antigos alunos do mesmo docente, começando por preparar o pedido de licença à TED (Technology, Entertainment, Design), sem o qual não poderiam organizar o evento.

“As conferências TEDx consistem em eventos locais, com o mesmo formato das conferências da empresa TED , mas organizados de forma independente. É precisa a aprovação da TED para podermos organizar o evento.”, frisa Maria em conversa com a TIL.

Para a preparação de toda a logística e detalhes da conferência,  o grupo de jovens conta com o apoio da Associação de Estudantes da ESDICA; da Associação de Antigos Alunos de Alcobaça (A4) com a Geração S+; e da empresa Velcro Design.

Afirmando que já pensam em preparar mais edições, Maria conta à TIL que esta primeira edição da TEDx Alcobaça tem como tema geral “YOUR Move”, abordando nas várias talks temáticas importantes no contexto atual como: sustentabilidade, criatividade, motivação e educação.

“A criação deste evento foi o nosso passo em direção à mudança, e esperamos que as pessoas levem as coisas e ideias que vão aprender e criem os seus próprios passos.”, descreve a organizadora.

As talks irão ser dadas por oradores locais com experiência nos respetivos temas, havendo ainda espaço na programação para performances de artistas locais e atividades de entretenimento.

A TEDx Alcobaça 2019 realiza-se no dia 6 de Julho, no Cine-Teatro de Alcobaça e, os bilhetes apesar de gratuitos, serão limitados e sujeitos a inscrição.

Fotografia: Organização da Conferência Tedx Alcobaça 2019

Conheça os 7 doces do distrito de Leiria que concorrem às 7 Maravilhas de Portugal

cornucopias de alcobaça_7 maravilhas doces de portugal_til magazine

O júri pronunciou-se e dos 20 doces de Leiria que concorreram para representar o distrito no concurso 7 Maravilhas Doces de Portugal, foram eleitos sete finalistas.

De uma lista inicial de 907 candidatos de todo o país, foram escolhidos  140 doces candidatos às 7 Maravilhas Doces de Portugal, que irão avançar para votação do público, durante os meses de julho e agosto, em vários programas  emitidos em direto pela RTP. 

A lista de 140 candidatos a maravilhas doces é composta por 7 doces por distrito e região autónoma e será reduzida a um pré-finalista por programa, perfazendo um total de 14 receitas que irão competir nas semifinais. A grande final decorrerá dia 7 de setembro.

As sete categorias que compõem o concurso são: biscoitos e bolos secos, doces de colher e à fatia, doces festivos, doces de fruta e mel, doces de inovação, doces de território e bolos de pastelaria.

Os sete bolos a concurso pelo distrito de Leiria representem cinco concelhos, sendo que Alcobaça e Peniche têm duas receitas escolhidas.

Conheça abaixo sete finalistas da região para o título de “maravilha”:

  • Cornucópias de Alcobaça (Alcobaça)

cornucopias de alcobaça_7 maravilhas doces de portugal_til magazine

A origem deste doce conventual vem da cornucópia, um vaso que possui uma forma de corno e no seu interior está repleto de frutos e flores, o que, antigamente, queria simbolizar a fartura, a abundância.

 

  • Pão-de-Ló de Alfeizerão (Alcobaça)

Pao-de-lo de Alfeizerao_7 maravilhas doces de portugal_til magazine

Crê-se que o Pão-de-ló de Alfeizerão seja resultante de receitas ancestrais de freiras do Mosteiro de Santa Maria de Cós (Alcobaça), tendo a vila de Alfeizerão sido considerada a herdeira da receita. Foi o Padre João Matos Vieira, que por uma questão de sobrevivência durante a Revolução de 1910, iniciou, com a ajuda de familiares e amigos, a confeção e comercialização deste bolo. A estrada de ligação Lisboa-Porto passava por Alfeizerão e os motoristas adquiriram o hábito de aí pararem para comprar o tão apreciado bolo.

 

  • Cavacas das Caldas (Caldas da Rainha)

Cavacas das Caldas_7 maravilhas doces de portugal_til magazine

As Cavacas das Caldas fazem parte da gastronomia típica da região de Caldas da Rainha. A história da sua confeção está ligada à freguesia de S. Gregório, na aldeia da Fanadia, local onde nasceram as irmãs Rosalina e Gertrudes Carlota, que ficaram célebres por exercerem a atividade de doceiras, em Lisboa, na corte do Rei D. Carlos. Com a crise e a queda da Monarquia, em resultado do Regicídio de 1908 e da implantação da República a 5 de outubro de 1910, as irmãs voltaram à sua terra natal e dedicaram-se, junto ao Hospital Termal, à venda de cavacas.

 

  • Brisa do Liz (Leiria)

Brisa do Liz_7 maravilhas doces de portugal_til magazine

As Brisas do Liz, também conhecidas, embora com menos expressão, como Brisas de Santa Ana, são bolos tradicionais de Leiria, feitos à base de amêndoa, açúcar e ovos. A origem deste doce é bastante antiga e integra a doçaria conventual porque a sua origem remonta às freiras do antigo convento de Santana. Mais tarde,  no seio de uma reconhecida família da cidade de Leiria e apoiando-se em relações de amizade,entre Maria do Céu Lopes e Georgina Santos, em Angola, renasce a receita das tão afamadas Brisas do Liz, pelas talentosas mãos da D. Georgina. De regresso a Leiria, a amizade converteu-se em sociedade, que deu origem ao carismático Café Colonial – ainda hoje recordado como um dos mais emblemáticos da cidade.

 

  • Amigos de Peniche (Peniche)

Amigos de Peniche_7 maravilhas doces de portugal_til magazine

Amigo de Peniche é um pastel doce típico da cidade de Peniche, cujo nome é inspirado na expressão amigos de Peniche, que se refere a um falso amigo, um parceiro desleal que não merece confiança e está apenas interessado em receber às custas de outros sem oferecer nada em troca. Parecida com os pastéis de feijão, os amigos de Peniche,  são confecionadas com farinha, açúcar, ovos e amêndoa.

 

  • Esses de Peniche (Peniche)

Esses de Peniche_7 maravilhas doces de portugal_til magazine

Um dos doces tradicionais de Peniche são os deliciosos biscoitos em forma de esses. Uma iguaria com sabor extra a amêndoa e envolvidos em açúcar. Ideal para acompanhar com um chá ou café.

 

  • Pastéis de Mós (Porto de Mós)

Pastéis de Mós_7 maravilhas doces de portugal_til magazine

O Pastel de Mós é o primeiro doce desta localidade e pode ser encontrado na Pastelaria Portomosense, propriedade de Anselmo Antunes e Sandra Correia. Quem passava por Porto de Mós questionava qual era o doce tradicional da localidade, que não tinha nenhum. Esta oportunidade foi aproveitada por Anselmo Antunes, pasteleiro de ofício e Sandra Correia, sua esposa. Para a sua criação inspiraram-se nos doces conventuais e a forma do pastel remete  para a zona onde se insere: a pedra mó, um dos símbolos do concelho. O doce é confecionado com ovo (em grande quantidade), amêndoa, açúcar e uma farinha especial. Os outros ingredientes são um segredo dos empreendedores.

Fotografias: DR

À procura de opções saudáveis? Então tem de conhecer o Village Coffee Shop na Nazaré!

Village Coffee Shop_Nazaré_TilMagazine

Inaugurado a 21 de março, o Village Coffee Shop pretende trazer um conceito diferente e mais saudável à vila da Nazaré.

Rua Adrião Batalha N°41, é esta a morada do Village Coffee Shop, o novo espaço da Nazaré, propriedade de Flávio Rodrigues.

O novo coffee shop surgiu da vontade de Flávio de explorar o seu gosto pela cozinha e o crescente turismo da Nazaré com um conceito novo e diferente dos espaços existentes na vila, inspirado também nos vários anos que viveu em Inglaterra.

Village Coffee Shop_Nazaré_TilMagazine
Flávio Rodrigues é o proprietário do Village Coffee Shop.

Inicialmente, o Village foi desenvolvido em torno do conceito de coffee shop, com apenas algumas opções para comer, mas ao contrário do esperado, logo nos primeiros dias as opções de comida tornaram-se nas escolhas mais populares dos clientes, acabando por redefinir o rumo a tomar para o espaço.

“O Village ao início era para ser mais à base de coffee shop, depois ao longo do tempo surgiu a ideia de pormos alguma coisa para comer para ser diferente e começámos, então, a pensar em ir buscar um bocadinho das coisas que há fora e ainda não tínhamos na Nazaré e vimos que, dia após dia, cresceu mais a procura”, explica-nos Flávio.

Com a crescente procura, a oferta do Village começou a aumentar e a apresentar coisas novas, sendo que, na atual carta pode agora encontrar várias opções de panquecas, iogurtes, açaí, smoothies, bowls e saladas, com preços compreendidos entre 3€ e 5€. Poderá ainda desfrutar de várias opções de bebidas, sendo o sumo natural de frutas do dia uma das escolhas mais populares, por apenas 2€.

Village Coffee Shop_Nazaré_TilMagazine
A TIL decidiu provar a detox bowl, a tosta de abacate e a salada de salmão.

“Agora, dia após dia, vamos tentar expandir mais ao nível do açaí, das bowls, dos iogurtes, das panquecas, e das opções vegan”, conta Flávio, prometendo ainda algumas novidades na oferta já nas próximas semanas, “vamos introduzir coisas novas à base dos smoothies e dos bowls. Temos o detox bowl que sai muito bem, e vamos lançar agora mais dois, um à base de frutos vermelhos e outro de spirulina azul, assim como panquecas de pitaya”.

Na oferta existente em carta pode ainda optar por produtos um pouco mais saudáveis e sustentáveis, como vários tipos de leite vegetal em substituição ao leite de origem animal e vários alimentos sem açúcar, tudo isto sem a utilização de qualquer tipo de plástico.

Village Coffee Shop_Nazaré_TilMagazine
A carta terá novidades durante as próximas semanas.

Apesar de contar com apenas dois meses de funcionamento, o Village é já um espaço com muito sucesso entre turistas e as pessoas da vila, sendo que muitas pessoas voltam diariamente para degustar os pratos e opções saudáveis disponíveis.

O espaço está aberto todos os dias das 8h às 19h. De momento encerra às segundas-feiras, mas durante o Verão estará aberto todos os dias.

Guilherme Duarte vai estar “Só de Passagem” pela Benedita

Guilherme Duarte_Só de Passagem_Benedita_stand up comedy_til magazine

Guilherme Duarte, autor do famoso blogue Por Falar Noutra Coisa, vai trazer o seu novo espetáculo de stand up comedy Só de Passagem à Benedita, no dia 1 de junho.

Guilherme Duarte regressa aos palcos com um novo stand up comedy, onde promete, sem compromisso, fazer o público rir, sobre o mote “Vamos todos morrer, estamos só de passagem e, por isso, resta-nos rir e aproveitar a viagem.”

Neste seu segundo solo, o autor de Por Falar Noutra Coisa transfere para os palcos portugueses alguns dos conteúdos mais sensíveis que tem abordado na sua página, para os seus mais de 339 mil seguidores.

O espetáculo promete não só abordar temas pesados como a morte, a vida, religião, os medos e as inseguranças, mas também temas mais leves e de “elevada intelectualidade” como xixi e cocó.

Guilherme Duarte_Só de Passagem_Benedita_stand up comedy_til magazine

“Só de Passagem” passará pela freguesia da Benedita, sábado dia 1 de junho, pelas 22h, e terá a duração de 90 minutos sem intervalo. Os bilhetes para a noite do espetáculo já estão disponíveis online e em bilheteiras físicas, como na Fnac ou na Worten, e têm um custo de 14€.

Na Taberna Marginal pode pagar a conta com o seu número de seguidores!

Taberna Marginal_very insta person_tilmagazine

Vinhos da região, refeições que rompem com os moldes convencionais e agora, um modo de pagamento também pouco convencional, são algumas das coisas que poderá encontrar nesta Taberna, com vista para a baía de São Martinho do Porto.

Em mais um ato marginal, a Taberna Marginal procura agora romper mais uma barreira convencional com a introdução da campanha Very Insta Person, que lhe permitirá  pagar a conta de acordo com o número de seguidores que tem no seu Instagram.

paga com seguidores_taberna marginal_influenciadores_til magazine

Assim, para além de pagar com dinheiro ou cartão, se possuir 1.000 seguidores receberá um café grátis; com 2.000 seguidores terá direito a um copo de vinho;  5.000 seguidores garantem-lhe uma sobremesa grátis; 10.000 uma garrafa de vinho; e com 50.000 seguidores terá direito a uma refeição para duas pessoas (incluí um snack de entrada, três pratos para partilhar, uma sobremesa, com bebidas não incluídas).

Para usufruir da oferta, apenas terá de publicar uma foto da sua refeição ou da Taberna Marginal, com a identificação #soumarginal.

A Taberna Marginal chegou em julho de 2018 à avenida Marginal de São Martinho do Porto, pelas mãos de José Vale, como novo estabelecimento do Grupo Maratona, um pequeno negócio familiar que nasceu nas Caldas da Rainha, em 1966, com a abertura do famoso Café Maratona.

O novo elemento do grupo Maratona surge em torno do conceito de partilha entre família e amigos, onde uma refeição é uma experiência descontraída e urbana, que não é constituída pela rigidez da tradicional entrada e prato principal, mas sim por vários momentos, servidos em pequenas porções em loiça propositadamente deformada, para reforçar a ideia de que se está num espaço marginal.

taberna marginal_restaurante_til magazine

Entre a vasta oferta em carta de pratos e petiscos, que pode degustar no grande balcão corrido ou sentado numa mesa, encontra um desfile de sabores da cozinha do mundo, onde se destacam as sandes em bolo de caco; a salada de polvo; o ceviche de peixe branco com leite de tigre; a barriga de atum com maionese de wasabi; e a barriga de porco assada no forno com ameixa salteada. Tudo isto pode ser acompanhado por vinhos da região, com assinatura do enólogo Rodrigo Martins e com uma vista privilegiada da baía em forma de concha de São Martinho.

barriga de porco_ taberna marginal_restaurante_til magazine
Barriga de porco

Mas como nem só de boa comida se faz este espaço, também poderá aproveitar a Taberna Marginal para organizar os seus eventos empresariais, usufruindo de um registo informal chique, com uma grande flexibilidade de opções, que o irão ajudar a oferecer uma experiência marcante aos seus convidados.  Brevemente, poderá ainda desfrutar das novas noites de História e Fado Marginal, com performances e improvisos ao vivo em acapella, que terão início já no próximo domingo, dia 19 de maio.

 

Horário:

Segunda e Terça-feira – Encerrado

Quarta e Quinta-feira – 12h30 às 16h e 19h às 23h

Sexta-feira – 12h30 às 16h e 19h às 23h45

Sábado – 12h30 às 23h45

Domingo – 12h30 às 23h

 

Morada:

Av. Marginal nº26, loja 2, São Martinho do Porto

 

Fotografias: Edgar Libório

1ª Edição do Batalha Market conta com desfiles de moda, workshops, e muito mais!

batalha market 2019_tilmagazine

A 1ª Edição do Batalha Market chega à Praça do Município, na Batalha, nos dias 11 e 12 de maio, para apresentar as tendências mais aguardadas para esta Primavera/Verão.

Durante dois dias, das 10h às 24h, o Batalha Market será um ponto de encontro entre o público e os comerciantes e autores de moda criativa.

O evento contará com a apresentação de coleções para a estação de Primavera/Verão de 2019, reunindo uma grande diversidade de produtos, desde vestuário para mulher, homem e criança, passando ainda pelo calçado e produtos de beleza.

Nesta 1ª edição, com entrada gratuita, terá a oportunidade de participar em ateliers/workshops de maquilhagem, styling, etc., e assistir à produção de peças de autor e  desfiles de moda.

As crianças poderão usufruir de um espaço infantil e, se tiver fome, existe também um local para petiscar.

Pode conhecer o programa completo do evento aqui.

 

Fotografias: DR

Gonçalo M. Tavares, José Milhazes, entre outros escritores, na Feira do Livro da Benedita

Feira do Livro Benedita_Til Magazine_Leiria

A Feira do Livro do Externato Cooperativo da Benedita está de regresso e traz escritores, teatro, música e dança.

Mais um ano, mais uma edição da Feira do Livro do Externato Cooperativo da Benedita, que surge, pela primeira vez, integrada nas comemorações do dia da vila e no festival Be Cultura.

De 8 a 12 de maio, na Praça Damasceno Campos, no centro da vila da Benedita, vários escritores, bem como editoras, vão estar presentes na Feira do Livro para divulgar e lançar os seus novos trabalhos e o melhor da literatura portuguesa e internacional. Destaque para a presença de Gonçalo M Tavares, do jornalista José Milhazes e de Cristina Carvalho (filha de António Gedeão), entre outros.

A XVII edição da Feira do Livro contará ainda com a celebração do 20º aniversário do grupo de Teatro do ECB: Os Gambuzinos, com 4 encenações da peça “Estranhas Dicotomias”, uma das quais encerrará o evento.

As tradicionais bancas de livros estarão presentes no centro da vila, recheadas com propostas das editoras ASA, Bertrand, Porto Editora, Presença, entre outras.

Além de todas estas atividades, pode ficar a conhecer pormenorizadamente o programa desta edição da Feira do Livro aqui.

 

Fotografias: DR

 

A Festa dos Museus recebe Noiserv, Tó Trips e tem museus grátis durante 5 dias

museu_leiria_festa dos museus_2019_til magazine

De 15 a 19 de maio, vários espaços culturais do concelho, onde habitualmente apenas se sussurra,  abrem portas para receber a realização de mais de 100 atividades!

A Festa dos Museus está de regresso, no âmbito do Dia Internacional dos Museus, que se celebra no dia 18 de maio, para mais uma edição que procura despertar a população para iniciativas que promovam o património cultural do concelho e o acesso à cultura.

Durante cinco dias,  os museus Agromuseu Municipal Dona Julinha, Centro de Diálogo Intercultural de Leiria, Centro de Interpretação do Abrigo do Lagar Velho, m|i|mo – museu da imagem em movimento, Moinho do Papel e Museu de Leiria, abrem portas para receber diversos eventos que prometem levar o público “numa viagem nas asas da imaginação, numa viagem à nossa história e ao imaginário que alimenta”.

O programa diário do evento integra diversas atividades, como visitas guiadas, roteiros,  workshops, exposições, entre outras, que abrangem todo o tipo de público e que se caracterizam pela apresentação de novas tendências e associação a outras artes, como o cinema, a dança, a música ou o teatro.

Tal como indicado anteriormente pelo vereador da Cultura da Câmara Municipal de Leiria, Gonçalo Lopes, a edição de 2019 da Festa dos Museus estende a sua rede de museus e espaços de Leiria, procurando atrair cada vez mais público e consolidar a vocação cultural de Leiria e a sua ambição de ser Capital Europeia da Cultura em 2027

A esta edição do evento juntam-se ainda a Casa-Museu João Soares, o Museu do Cimento da Fábrica Maceira-Liz, o Museu Escolar dos Marrazes, o Museu Etnográfico de Monte Redondo e o Museu Etnográfico do Freixial.

Pode conhecer o programa completo da edição de 2019 da Festa dos Museus aqui.

Como destaque desta edição, estão ainda os concertos de Tó Trips (co-fundador de vários marcos da música nacional, como os Dead Combo e os Lulu Blind,  acompanhado do percussionista João Doce, no Centro de Diálogo Intercultural de Leiria, no dia 16 de maio;  e o concerto de “Noiserv” que acompanhará ao vivo o filme “Sherlock Jr.”, de Buster Keaton (1924), no m|i|mo – museu da imagem em movimento, no dia 17 de maio.

Todos os eventos têm entrada livre, com exceção do jantar no dia 17, no m|i|mo – museu da imagem em movimento, bastando apenas que se inscreva ou chegue cedo (dependendo da atividade), uma vez que estas  têm limite de participantes.

 

Fotografias: DR

 

 

Paula Fernandes, Agir e Calema na FeirOurém

paula fernandes_cantora_feirourem_2019_til magazine_ourem_leiria

A FeirOurém está de regresso e traz boa música, com Paula Fernandes, Agir e Calema. Pelo palco desta edição vão passar, ainda, as bandas Hi-Fi, Acesso e The Peorth e Ruizinho Penacova.

Com o objetivo de “recuperar usos, costumes e tradições” e “preservar, valorizar e difundir a cultura dos oureenses, na região e por todo o País”, a FeirOurém está de regresso ao Parque da Cidade António Teixeira e ao Centro Municipal de Exposições, entre os dias 14 e 20 de junho.

No seguimento do formato renovado, assumido em 2018,  esta edição da Feirourém contará com uma programação diversificada, que contempla exposições de atividades económicas e artesanato, mostras da gastronomia local e muita animação e boa música.

Ao longo dos 7 dias do certame, decorrerão no recinto vários concertos com grandes nomes da música nacional e internacional como Paula Fernandes, Agir e Calema, com um custo de 3€, 5€ e 3€, respetivamente.

  • Calema

Os Calema — expressão que significa especial ondulação na costa africana –  são uma banda formada pelos dois irmãos António e Fradique Mendes Ferreira. De origem santomense, mas há já algum tempo a residir em Portugal, somam já mais de 100 milhões de visualizações na plataforma YouTube e deram em 2018 mais de cem concertos, em doze países.

  • Paula Fernandes

Paula Fernandes é uma cantora, compositora e atriz brasileira que começou a sua carreira profissional aos oito anos de idade. Em 2016 venceu o Grammy Latino, e este ano é a cabeça-de-cartaz da FeirOurém.

  • Agir

Agir é Bernardo Correia Ribeiro de Carvalho Costa,  um cantor, músico e produtor musical português. O cantor  é um dos nomes mais conhecidos do panorama musical português, com vários hits populares como “Parte-me o Pescoço”, “Minha Flor”, “Tempo É Dinheiro” e “Como Ela É Bela

 

Pelo palco desta edição da FeirOurém vão, ainda, passar as bandas Hi-Fi, Acesso e The Peorth e Ruizinho Penacova.

Pode conhecer o programa completo da edição de 2019 da FeirOurém aqui:

Os bilhetes para os concertos podem ser adquiridos antecipadamente nos Paços do Concelho, no Posto de Turismo de Fátima e nas juntas de freguesia.

Para além dos bilhetes individuais para cada dia, estão ainda disponíveis packs de 3 dias, a um preço mais reduzido, mediante a antecedência de compra: 8€ até 31 de maio e, 10€ após 31 de maio.

 

Texto: Catarina Ferreira

 

Já abriu a Cafetaria Park do Parque Verde de Alcobaça

Cafetaria Park_Parque Verde Alcobaça_Til Magazine

Escrito por: Fotografia por:
TIL (Redação)
TIL (Redação)
                       

Últimos posts de TIL (Redação) (see all)

A inauguração da Cafetaria do Parque Verde decorreu dia 6 de abril, duas semanas após a inauguração do Parque Verde.

Decorreu no passado dia 6 de abril, a inauguração da Cafetaria do Parque Verde de Alcobaça, situada numa zona elevada do parque e com vista para os espaços desportivos e para o parque infantil.

Para além da oferta de restauração habitual, o espaço tem ainda algumas ofertas de almoço, como sopas, massas e hambúrgueres, tudo isto com uma bela vista panorâmica para o rio Alcoa.

A inauguração da Cafetaria Park é mais uma das peças que compõem o ciclo de intervenções à beira-rio, com o objetivo de criar uma ligação de Alcobaça à Nazaré, através de um corredor verde ao longo dos 14 km do rio Alcoa.

Texto: Catarina Ferreira