Os 6 projetos de arquitetura de Leiria nomeados para “Edifícios de Ano 2021”


Escrito por:

No distrito de Leiria há grandes e bons projetos de arquitetura para fantásticos edifícios. Conheça os 6 nomeados a edifícios do ano 2021.

As votações para o Edifício do Ano 2021 do ArchDaily estiveram abertas e infelizmente nenhum dos seis edifícios de Leiria, seguiram para os finalistas do Building of The Year 2021.

Contudo, é importante recordar a grandiosidade de alguns destes edíficios. Vamos conhecer todos os seis projetos do distrito de Leiria nomeados internacionalmente, onde até ficam marcadas duas moradias construídas no pós-incêndio flagrante de Pedrógão Grande: 

“Casa Povo” – Arrabal (Projeto da Contaminar Arquitectos)

“Casa Povo”localizada numa área predominantemente rochosa e de terrenos irregulares do Arrabalé um refúgio austero esculpido e denticulado” com 3 quartos, divididem dois andares, conectado com os espaços exteriores através de um jardim que se envolve com os pinheiros existentes na vegetação natural. 

Casa Tojal – Porto de Mós (Projeto da Contaminar Arquitectos)

 A “Casa Tojal”é uma moradia em formato de “L” em Porto de MósRodeada por um extenso olival, oprincipais desafios deste projeto foram a orientação solar, o enquadramento da melhor vista a preocupação com a rotina diária do casal de forma a garantir que todas as divisões alcancem um equilíbrio entre sol, vistas, privacidade e lazer. 

Tanto a “Casa Povo” como “Casa Tojal” são dois projetos de 2019, criados pelgabinete de arquitetura Contaminar Arquitetos, que primam pela simplicidade e pela riqueza dos detalhes.  

Casa Gloma – Leiria (Projeto de Bruno Dias Arquitectura)

Em Ansião, a “Casa Gloma, do gabinete Bruno Dias Arquiteturaé uma moradia rés do chão, de 420m2, que tem como principal objetivo o contacto permanente com a natureza de forma a criar uma sensação de liberdade. A solução aplicada neste projeto passou pela criação de pequenos pátios, proporcionando a simplicidade de materiais e formas encontradas na natureza que a rodeia. 

Casa Ti Clara – Ansião (Projeto do ateliê Espaço P2)

A “Casa Ti Clara”é um projeto com história, criado em 2019 pelo ateliê Espaço P2. Para a construção foram consideradas memórias e sonhos que foram incorporados na decoração através de objetos restauradosDesta forma, foi possível “manter a verdade na arquitetura” e dar aos novos espaços uma experiência mais confortável e acolhedora.  

Casa Deolinda Santos – Pedrogão Grande (Projeto do ateliermob)

A “Casa Deolinda Santos”com uma área total de 235m2, é uma moradia familiar, com piso térreo e sótão. Reconstruída na totalidade, existiram algumas alterações à estrutura da casa. Foi criada uma varanda coberta a sul que serve como uma entrada secundária e área de estacionamento e um pátio, a norte, que é uma a área de churrasqueira e de convívio. 

Casa António Nunes – Pedrogão Grande (Projeto do ateliermob)

Relativamente à “Casa António Nunes”, projetada em 2018, para tornar perfeitamente acessível, centralizou-se o projeto num único andar – o superior, deixando o inferior para armazenamento. Este projeto conta ainda com uma grande janela que dá acesso a upátio, fornecendo luz e ventilação natural à casa. 

O principal objetivo desta reconstrução foi melhorar as condições de vida da comunidade, com particular atenção para o facto de grande parte da população ser idosa. 

 

Texto: Rui Miguel Marques