Taberna do Zé da Avó: Comida “Pra incher o foquim” na Nazaré

taberna-ze-da-avo-nazare-comida-portuguesa-til-magazine-leiria

Inaugurada a 16 de julho, a Taberna do Zé da Avó é o novo restaurante no Sítio da Nazaré onde pode “incher o foquim” à moda da praia, com propostas que são verdadeiras “carochas pa na dar”.

Com a simpatia e boa disposição características da praia, foi assim que José Vigia nos recebeu no seu novo restaurante no Sítio, um espaço que, após 12 anos de pausa, volta a explorar com um novo projeto.

Após passar pela cozinha da Taberna do 8 ó 80 e ser chef da cozinha do Vale d’Azenha Hotel & Residences, na Cela, José, inspirado por um negócio de família com o mesmo nome, criado pelo seu avô há 72 anos, decidiu regressar ao espaço que já tinha explorado em 2007 e 2008.

Após refeitas todas as obras de renovação do interior do espaço, a Taberna do Zé da Avó abriu a 16 de julho, com propostas de cozinha à moda da zona costeira e com capacidade para acolher 36 lugares sentados, num total de 9 mesas.

jose-taberna-ze-da-avo-nazare-comida-portuguesa-til-magazine-leiria
O espaço tem várias garrafas de vinho em exposição, todas anteriores ao ano 2000. à esquerda pode ver o proprietário do restaurante, José Vigia.

“É um conceito de restauração à base de petiscos e gastronomia tradicional da Nazaré, alguns dos pratos que fazemos aqui são coisas típicas da zona costeira, como a feijoada de Samos e as línguas de bacalhau, por exemplo, e é tudo à base dessa comida de petiscos.”, explicou-nos o proprietário, acrescentando ainda que “embora tenha alguns pratos grandes inseridos na carta, são só dois ou três, porque a ideia é as pessoas escolherem e experimentarem coisas mais pequenas e tradicionais a um preço acessível, como numa taberna.”

Todos os pratos tradicionais são adaptados e modificados por José, usando alguns ingredientes e técnicas diferentes para preparar os petiscos que tão bem conhecemos.

“O espaço tem uma logística muito diária, todas as coisas que eu faço são fresquinhas, vou todos os dias ao mercado e às compras, e estou sempre atento àquilo que há, muitos dos pratos ou produtos só temos mediante a época ou a disponibilidade”, conta-nos José, que admite preferir dizer que não tem um prato, do que abdicar da qualidade e servir mal as pessoas.

Assim, como se diz na praia, o menu conta com opções “pa incher o foquim” (utensílio onde os pescadores levavam a comida quando iam pescar) entre os 1,50€ e os 12,50€, com pratos como petinguinhas fritas, polvo de caril ou choco frito com batatas fritas.

jose-taberna-ze-da-avo-nazare-comida-portuguesa-til-magazine-leiria
A TIL optou por experimentar três opções “Pa incher o foquim”: os Ovos Rotos com Bacalhau e Linguiça, os Ovos com Farinheira e Cogumelos e as Lulinhas Fritas com Pimentos.

Se tiver sorte, ou como se diz na Nazaré, “Se houver lance…”, consegue experimentar ainda mão de vaca com grão, os jaquinzinhos com arroz de tomate ou mesmo umas enguias fritas. E como o que vem à rede pode ser “pêxe…ó carne”, por 10€ pode optar por experimentar a sugestão do chefe.

Na Taberna do Zé da Avó, a refeição só fica completa com uma “Carocha pa na dar!”, ou para não partilhar, como o doce da taberna, a mousse de maracujá e oreo ou o tradicional pudim d’ovos.

Por ter um conceito diferente e um atendimento tão familiar, a Taberna do Zé da Avó tem feito as delícias dos turistas e dos moradores da região, contando já com uma afluência bastante elevada, sobretudo devido ao passa a palavra de quem já experimentou.

Horário (até final de setembro): 

Segunda a Domingo – 12h30 às 22h30

Quinta-feira – Encerrado

Morada:

Praça Vasco da Gama n.°3, Sítio da Nazaré

 

Texto e Fotos: Catarina Ferreira