Floresta Viva – Um dia em cheio na Natureza


Este sábado (13 de outubro) a Lagoa da Ervedeira vai ser palco de uma homenagem e agradecimento à natureza. Durante todo o dia  as atividades lúdico-pedagógicas em torno da consciencialização e preservação serão o foco principal.

A paisagem que poderá experienciar ao participar

O evento, organizado numa parceria entra a Câmara Municipal de Leiria, a comissão do Festival A Porta com o apoio da Junta de Freguesia do Coimbrão e o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), pretende educar, consciencializar e mudar atitudes através do contacto direto com a natureza. Primeiramente focado nos petizes, os adultos são também muito bem-vindos a participar. Jogos pedagógicos que propiciam um contacto direto com a natureza, mostrando os impactos concretos da acção humana de maneira a formar os adultos do futuro são as premissas principais.

A premissa principal da Floresta Viva

As atividades começam às 10h, estando a última marcada para as 17h30. O dia é repleto de atividades: desde a observação de insetos residentes na Lagoa da Ervedeira, jogos tradicionais, construções utilizando recursos naturais ou reutilizados, Workshops de Cianotipia, oficina prática de espécies autóctones, descoberta e prevenção de plantas invasoras na Lagoa, criação de postais com plantas e até a construção de um hotel de insetos. A Cianotipia é a “impressão fotográfica através da emulsão foto sensível (sais de ferro) que quando misturados com os raios ultravioleta, permite obter imagens mediante a sobreposição de um negativo em contacto com uma superfície tratada e exposta ao sol. Utilizando plantas, flores, galhos e areia.” Quer isto dizer que será possível criar a sua fotografia sem qualquer impacto ambiental! Estas atividades carecem de inscrição prévia.  Existirá também um autocarro disponível a levar os participantes para a Lagoa que parte às 9h e regressa às 18h. Para assegurar o seu lugar terá de se inscrever e as inscrições são limitadas aos lugares disponíveis.

A Porta e a Câmara de Leiria juntam esforços para dar mais um grande passo em direção da consciencialização e da preservação do meio que nos rodeia. Pretende-se celebrar a comunhão entre as comunidades locais e a natureza envolvente ao mesmo tempo que se criam alicerces para a vivência com um impacto ambiental reduzido. Um dia na natureza, para a natureza e para a formação de adultos mais conscientes de forma a que os tristes acontecimentos do passado não se repitam.