Surma, O Gajo, Vaarwell e Grandfather’s House atuam em prol da música portuguesa além fronteiras


É no âmbito da Music Export Conference, conferência que vai juntar artistas, entidades e profissionais da industria da música no Teatro Miguel Franco, que o Museu de Leiria e a discoteca Stereogun vão acolher, no dia 15 de novembro, showcases de vários artistas portugueses. Surma, O Gajo, Vaarwell e Grandfather’s House vão atuar em nome da música portuguesa lá fora. São nomes que já atuaram, num mesmo contexto, noutros países e em festivais internacionais.

A iniciativa faz parte de um projeto encabeçado pela Why Portugal Music Export, uma plataforma de música portuguesa que se dedica a artistas independentes e que atuam pelo mundo fora. E, neste sentido, na conferência vai ser discutido o potencial da internacionalização e o estado atual da música nacional fora de portas.

Serão  avaliados os progressos verificados nos últimos dois anos e vão ser traçadas novas perspetivas de uma realidade que tem vindo a aumentar nos últimos tempos, sendo cada vez mais os artistas portugueses a vingar no estrangeiro, mais do que no próprio país. Agora, quatro exemplos de estilos musicais distintos reúnem-se em duas salas culturais da cidade de Leiria – o Museu de Leiria e o night club Stereogun.

Surma (Débora Umbelino), a artista leiriense de 24 anos, O Gajo, a banda pop de Lisboa Vaarwell e a GrandFather´s House, grupo de rock alternativo, juntam-se num evento que acaba por ser pioneiro no país, pois nunca artistas e profissionais do ramo musical se juntaram num sentido de promover a exportação musical portuguesa.

Itália, Holanda, EUA e Islândia são apenas alguns dos pontos do planeta onde Surma, uma artista multi-instrumentista, já atuou. João Morais (O Gajo)  é um daqueles gajos que, sempre acompanhado pela viola tradicional alentejana, se transportou, há três anos (data em que surgiu O Gajo), do estilo punk para um “mundo de sensações e ambientes”, num projeto de música instrumental. Chama-lhe “música do mundo” porque considera que não se insere em estilo nenhum. Da casa do avô, mais propriamente para os lados de Braga, os GrandFather’s House são Rita Sampaio (voz e sintetizadores), Tiago Sampaio (guitarra) e João Costeira (bateria) e chegam a Leiria com Diving, o álbum lançado em 2016. Os Vaarwell, trio de indie-pop, já atuaram em palcos na Áustria, Espanha e, por cá, Rock in Rio e Vodafone Paredes de Coura são apenas alguns dos festivais onde a banda lisboeta já se apresentou.

Na quinta-feira, dia 15, a Surma e O Gajo têm hora marcada às 21h30 no Museu de Leiria. Numa dose dupla, às 23h15 os Vaarwell e os Grandfather’s House tomam conta do Stereogun. Apareça!

 

 

Fotografias: DR