Capitão IX Embarcação – Scúru Fitchádu, Cosmic Mass e muita pirataria


O Texas Bar volta a receber a tempestade que é o Capitão. A sua IX edição vai contar com música agressiva, como é hábito e pela primeira vez teatro.

Stone Dead na III Embarcação

O Texas Bar tem sido a casa do Capitão e este sábado, dia 10 de Novembro a IX edição volta a atracar em Amor. Ao longo de oito edições, o Capitão já levou ao Texas bandas de renome nacionais e internacionais, artes performativas, causas solidárias e claro, como qualquer bom pirata, bastante Rum.

Para quem conhece a estética do Texas Bar, nesta noite não vai reconhecer o espaço. A organização transforma todo o interior,  dando vida a um navio sendo o palco principal a Proa, o palco secundário o Camarote, o Mercado Negro é o espaço das artes performativas e a Cabine fica para encerramento da festa. Depois de bandas como The Parkinsons, Killimanjaro, Stone Dead, Fast Eddie Nelson, The Vintage Caravan, Dapunksportiff, entre muitas outras, a IX Embarcação traz a palco este ano Escumalha, Cosmic Mass e Scúru Fitchádu. 

O principal destaque desta edição vai para Scúru Fitchádu, o nome emergente na musica nacional tem causado bastante impacto e traz como convidado Cachupa Psicadélica! Antes vão estar Cosmic Mass e Escumalha a aquecer os ouvidos dos piratas presentes. Cosmic Mass são um quarteto de stoner rock inspirado no psicadelismo dos anos 60. Têm como base riffs cativantes e hipnotizantes, estabelecendo uma descarga de energia incontrolável.  No cartaz musical estão também os Escumalha. Caracterizados como trash rap, os Escumalha são um grupo que incita ao pensamento através das suas letras conjugadas com uma sonoridade bem pesada. 

Não só de música vive o Capitão. O Camarote e o Mercado Negro vão receber várias performances: um teatro e uma exposição de ilustração e artesanato pirata. O teatro, a cargo de Setasbol Chinas consistirá num monólogo político que abrirá a noite. As performances vão estar a cargo de Captain Coke e Nage. Captain Coke tem preparada uma performance com catacumbas mas à TiL, a organização não pôde revelar muito mais para não estragar a surpresa. Há também Nage, um mentalista, ilusionista e entertainer já com alguns anos e vários espetáculos pelo país. 

A encerrar a festa está o DJ set de Luis Lacerda e Eduardo que vão andar pelas sonoridades darknoise. De destacar que o Capitão apoia a associação Novo Olhar. E não podia ser uma festa de piratas sem Rum! O início está previsto para as 22h30 e sem fim à vista. O bilhete custa 8 euros! Vemo-nos lá e como costuma dizer o Capitão, Ahoy!

 

Fotografias: Facebook Capitão/Léo Louro