Já se sabem as datas e o novo local da Receção ao Caloiro de Leiria 2018


Os dias 5, 6, 7, 8, 9 e 10 de novembro poderiam ser dias normais para os milhares de estudantes de Leiria, mas decerto que não vão ser. Será a semana de mais uma edição da Receção ao Caloiro de Leiria (RCL) e traz algumas novidades: além de deixar de ser na última semana de outubro, como acontecia há já várias edições, o recinto também será noutro local.

A RCL vai ter um desvio de cerca de 700 metros: irá realizar-se nas traseiras da empresa Caiado, junto à A19.  Uma nova aposta, obras, interdições? Para já, desconhecem-se, concretamente, as razões desta mudança.

A informação foi esta semana adiantada à TIL, por membros da Associação de Estudantes (AE) da Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG). Segundo a AE, este consenso, entre a organização do festival académico e a Câmara Municipal de Leiria, surgiu após várias reuniões que “não foram fáceis”, devido à escassez de grandes recintos perto do centro da cidade.

Numa das reuniões entre as AE que abraçam o evento, a Atmosensation (empresa coordenadora do evento) e a Câmara Municipal, esta última chegou mesmo a ponderar a realização da RCL nos Parceiros, num parque de estacionamento perto de um campo de futebol. Uma ideia imediatamente refutada pela organização, que rapidamente percebeu que não seria a melhor alternativa para os estudantes, devido à grande distância que separa o  centro da cidade daquela freguesia, e ainda mais para os caloiros, recém-chegados a Leiria, que ainda pouco ou nada conhecem a cidade. “A malta ia-se passar”, disseram.

Ao que a TIL conseguiu apurar, aquele que foi, até à última edição, o terreno do recinto da RCL pertence a particulares que, a determinada altura, terão comunicado à Câmara Municipal que já não teriam interesse na cedência do espaço. Por outro lado, é possível ver-se os acessos ao espaço a serem intervencionados. Fica alguma incerteza se haverá alguma infraestrutura em construção ou se estarão apenas a ser feitos alguns reparos no local. Desta forma, também os acessos ao novo recinto da RCL poderão ser diferentes. Provavelmente, já não será vista aquela luz ao fundo do túnel à chegada.

Até ao momento, ainda só houve uma publicação em relação às datas na página oficial do Facebook, um dos principais meios de divulgação do festival.  Recorde-se que, no mesmo período o ano passado, já havia packs de estudante à venda, bem como o anúncio de um dos nomes cabeça de cartaz da RCL 2017:  Slow J.

Nova data, novo espaço. A mesma festa?

 

Texto: Wilson Tavares