Festival Literário traz hoje a Óbidos Ricardo Araújo Pereira


O Folio – Festival Literário Internacional arrancou ontem, quinta-feira, em Óbidos, vila que recebe durante 11 dias mais de 831 horas de iniciativas em volta do tema Ócio, Negócio – A Invenção do Futuro.

O dia de ontem, o primeiro dia do Festival Literário, foi marcado pelos 20 anos da atribuição do Prémio Nobel da Literatura a José Saramago, seguido de uma homenagem a Eduardo Lourenço.

Ao todo, as 831 horas de programação “envolverão 554 participantes diretos”, entre os quais autores, pensadores, artistas e criativos que, segundo o presidente da Câmara de Óbidos, Humberto Marques, participarão nas 26 mesas de escritores, 25 concertos e 11 exposições que compõem o programa com mais de 185 atividades.

Esta que é a quarta edição do festival visa fomentar a reflexão sobre a relação entre o ócio e o negócio e a forma como isso se refletirá no futuro.

Entre teatro, fado, folk e a prestação de orquestras da região e solistas da Orquestra Metropolitana de Lisboa, que marcarão presença ao longo destes 11 dias, hoje, sexta-feira, dia 28, será gravado o programa Governo de Sombra que contará com Carlos Vaz Marques, Ricardo Araújo Pereira, Pedro Mexia e João Miguel Tavares.