6 concertos que não vai querer perder esta semana


Esta semana trazemos propostas mais “negras” mas bastante catitas, cheias de conteúdo e que mudarão muitas perceções.

 

  • Lost in Pain – Cabra Negra // 23 de Agosto

Os Lost in Pain são uma banda fundada em 2008 no Luxemburgo por Hugo Nogueira Centeno. A banda de Heavy/ Thrash já conta com 3 álbuns de estúdio sendo o primeiro homónimo, Lost in Pain de 2011, o segundo, Plague Inc de 2015 e agora Gold Hunters que andam a apresentar. O grupo já conta com passagens pelo Vagos Metal Fest e por partilhas de palco com nomes como Soundgarden, Sepultura, Havok, Alice In Chains, Therapy?, Skrillex, Xutos & Pontapés e mais. Esta quinta-feira param no Cabra Negra para mais um concerto em que a expectativa é grande.

Início: 23h

Entrada: 3€

 

  • Heilung – Teatro José Lúcio da Silva // 23 de Agosto

Inserido no Festival Extramuralhas os Heilung são o primeiro cabeça de cartaz a apresentar-se no Teatro José Lúcio da Silva. Heilung são um grupo formado na Dinamarca com Christopher Juul, cujos membros são originários de vários países da Europa do Norte. “A fim de nos conectarmos com o que já foi, temos de nos desconectar do que é agora”, é assim que Christopher Juul caracteriza os Heilung, Este act é algo realmente incomum e deve mesmo ser visto. Através de uma forte componente visual, juntando lírica retirada e recontextualizada de runas antigas aliando paisagens sonoras percursivas os Heilung criaram o seu próprio estilo, a história amplificada em que se inspiram fortemente na era Viking e na era de Bronze da Europa do Norte. Espera-se portanto uma performance muito diferente mas cheia de conteúdo!

Início: 21:30h

Entrada: 30€                                                                                                                         Bilhetes

 

  • S.A.D. (Sudden Axis Disorder) Stereogun 23

Os S.A.D. não são uma banda. Descrevem-se como uma organização militar cujo alvo somos nós, o público. Originários de terras britânicas, os S.A.D. têm uma sonoridade que pouco deixa a desejar, tanto no conteúdo como na apresentação. Se os quisermos categorizar, entram no post-punk de estética neo-romântica mas os seu peso é muito mais que simples categorias, como os próprios se descrevem “WE ARE NOT A BAND. WE ARE A MILITANT ORGANISATION AND YOU ARE OUR TARGET. WE HAVE YOU BURIED IN A HOLE AND WE’RE ARMED WITH STONES. WE ARE NOT ANOTHER NUMBER IN YOUR SYSTEM. WE ARE YOUR ENEMY, OFFENDED BY YOUR STUPIDITY. WE WILL FIGHT UNTIL WE WIN. WE HATE YOU. WE ARE S.A.D” Com uma descrição assim pelo menos a curiosidade fica aguçada!

Início: 00h

Entrada: Concerto: 7,5€ + Consumo de uma bebida

                   Depois do Concerto: 5€ consumíveis

 

  • Ulver – Teatro José Lúcio da Silva // 24 de Agosto

Os noruegueses ULVER são, provavelmente, o grupo mais camaleónico da história de toda a música. Já foram uma banda de black-metal; já foram uma banda de folk; já foram uma banda de música experimental; já experimentaram a música industrial, a música de fusão, o rock progressivo, a música electrónica, o jazz, a música ambiental, a música abstracta, o electro, o minimalismo, o neoclássico, o art rock, o rock, o rock psicadélico, o drone, o krautrock, sendo que, actualmente, abraçam o “synthpop”, ainda que de forma muitíssimo personalizada. No seu país são uma referência cultural reputada tendo, inclusive, gravado um disco ao vivo com a Ópera Nacional da Noruega. No nosso país já actuaram na Casa da Música. O seu mais recente álbum, “The Assassination Of Julius Caesar” (um dos mais aclamados de 2017), não foge à regra da genialidade que desde o início qualifica este colectivo.

(Comunicado de Imprensa disponível em www.teatrojlsilva.pt/evento/ulver/)

Início:21h

Entrada: 30€                                                                                                                         Bilhetes

 

  • Current 93 – Teatro José Lúcio da Silva // 25 de Agosto

Os Current 93 são David Tibet e David Tibet é os Current 93. Simplificando é isto, mas é tão mais. Criado em 1984 com o já falecido Jhonn Balance dos Coil e Fritz Haaman dos 23 Skidoo este coletivo já conta com mais de 50 álbuns e singles e inúmeras colaborações de David Tibet, e com um registo de concertos em teatros, igrejas, jardins e parques por todo mundo. Entre os nomes que colaboraram com David Tibet contam Nick Cave, Antony Hegarty, Anohni, Tiny Tim, Rickie Lee Jones, Reinier van Houdt e muitos mais. A sua discografia não é a única valência de Tibet tendo já criado várias editoras literárias e editado os seus livros de pintura. Para descrever os Current 93 e todos os projetos associados seria necessário um dia inteiro mas que fique garantido que são um dos grupos mais influentes e imprevisíveis da música contemporânea, criando uma grande variedade de música, composições artísticas, pinturas e livros e com esta bagagem só  se pode esperar um grande concerto!

Início: 21h

Entrada: 30€                                                                                                                         Bilhetes

 

  • Bizarra Locomotiva – Stereogun // 25 de Agosto

Criados em 1993 os Bizarra Locomotiva são dos grupos mais idiossincráticos nacionais e também de maior impacto. Caem na categoria do Metal Industrial que se alia a uma lírica bem descritiva e  afiada em bom português, um visual aprumado, uma voz (Rui Sidónio) gutural e umas apresentações ao vivo bem peculiares. Este coletivo celebra este ano 25 anos de uma carreira repleta de vivências. Já partilharam o palco com com nomes como Marilyn Manson, The Young Gods, Korn, Blur, Soulfly e Moonspell e sempre fielmente seguidos pela sua horda de “escumalha” (nome dado à legião de fãs). A locomotiva vai passar por Leiria e decerto ninguém vai ficar indiferente.

Início: 01:30h

Entrada: Acesso ao concerto: 10€ + Consumo de uma bebida

Acesso depois do concerto: 5€consumíveis.

 

Foto: DR