Mosteiro da Batalha foi o 3º monumento mais visitado do país


O monumento da Batalha só foi ultrapassado em 2017 pelo Mosteiro dos Jerónimos e a Torre de Belém

Os dados divulgados pela Direcção-Geral do Património Cultural (DGPC) comprovam a tendência de crescimento do número de visitantes do Mosteiro da Batalha nos últimos anos, o que faz dele o monumento mais visitado fora de Lisboa, ao longo de 2017.

Face a 2016 houve um aumento de visitas de 24,1 por cento face a 2016. A tabela dos monumentos mais visitados em Portugal é liderada no topo estão o Mosteiro dos Jerónimos, com 1.166.793 entradas (mais 7,9% do que em 2016), seguindo- se a Torre de Belém, com 575.875 (menos 16%), o Mosteiro da Batalha, com 492.093 (mais 24,1%), depois o Palácio Nacional de Mafra, com 377.961 (mais 15,4%), e o Convento de Cristo, com 354.763 (mais 19,9%).

Quase com meio milhão de entradas registadas, o Mosteiro da Batalha reflete uma interessante dinâmica com a consolidação da importância turística e cultural crescente do monumento.

Como é belo o Mosteiro da Batalha!

Os números relativos a 2018 só se saberão no final deste ano, com o encerramento do ano turístico. No entanto, é de frisar que fora da rota dos grandes monumentos, o Castelo de Leiria é por muitos considerado como uma visita obrigatória a quem passa pela cidade. A fortaleza aumentou 15% em 2017, quando comparado com o ano anterior, atingindo as 155.224 pessoas.

Para os que ainda não visitaram o Mosteiro da Batalha e ficaram interessados, a TIL recomenda que passem pela página oficial. Há inclusivamente alturas do ano em que as entradas são livres – há que aproveitar.